Hyundai muda visual do ix35 na Coreia

Modelo reestilizado tem traços inspirados no novo Santa Fe; divisão brasileira ainda não confirma chegada do veículo ao mercado

O ix35 coreano é parecido com o novo Santa Fe | Imagem: Hyundai

O Hyundai ix35 é o camaleão da categoria dos utilitários crossovers. Recém-apresentado com uma nova cara no Salão de Genebra, na Suíça, o modelo desta vez apareceu com uma segunda reformulação, até o momento exclusiva para o mercado da Coreia do Sul, onde veículo recebe o nome “Tucson”.

A nova série vem com uma porção de elementos reformulados: grade, faróis, luzes de neblina, lanternas, rodas de liga leve e para-choques foram revistos e já são divulgados no website coreano da Hyundai. O facelift lembra bastante o visual do novo Santa Fe, que chegou ao Brasil em abril.

O ix35 “coreano” ainda possui um novo sistema de assistência para a direção, que varia o auxílio elétrico entre os modos Normal, Conforto e Esporte. O motorista também pode controlar algumas funções do veículo por meio de um aplicativo de celular. É possível, por exemplo, ligar o motor a distância ou então acionar o ar condicionado para resfriar (ou esquentar) a cabine antes dos passageiros embarcarem.

A divisão brasileira de carros importados da Hyundai, no caso o Grupo CAOA, ainda não informa qual das versões reestilizadas do ix35 virá para o mercado brasileiro – o mais provável é que chegue o modelo desenvolvido para o público europeu. A mudança deve ocorrer em meados do segundo semestre deste ano.

Recomendados por AUTOO

Youtube
Toyota Corolla Cross 2025 muda para encarar chineses

Toyota Corolla Cross 2025 muda para encarar chineses

Modelo ganhou novo visual e alguns equipamentos interessantes. Assista
Aviação
Maior avião brasileiro está combatendo incêndios no Pantanal

Maior avião brasileiro está combatendo incêndios no Pantanal

Embraer KC-390 da FAB pode ser convertido para avião bombeiro. Veja como funciona
MOTOO
Bajaj inaugura fábrica no Brasil

Bajaj inaugura fábrica no Brasil

Uma das maiores montadoras do mundo, a gigante indiana construiu fábrica própria em Manaus para produção de motocicletas