Nem mesmo o balde de água fria provocado pelo aumento da alíquota do IPI para carros importados foi capaz de mudar a decisão da JAC de construir uma fábrica no Brasil. A montadora chinesa anunciou nesta sexta-feira que está protocolando o projeto junto ao governo federal.

A cidade escolhida para receber a nova fábrica é Camaçari, na Bahia, mesmo lugar onde está hoje a principal planta da Ford no país. O investimento total será de R$ 900 milhões, 80% bancado pelo grupo SHC, representante da marca no Brasil.

Além da fábrica, o projeto prevê a instalação de um centro de desenvolvimento de novas tecnologias além de um estúdio de design. Segundo a JAC, o anúncio oficial da fábrica foi possível graças a uma reunião entre o presidente da marca no Brasil, Sérgio Habib, o secretário executivo do Ministério do Desenvolvimento e Indústria e Comércio, Ricardo Schaefer.

Embora os detalhes não tenham sido divulgados, o que se espera é que o governo federal reveja o aumento do IPI para montadoras com planos concretos de produção no Brasil com alto índice de nacionalização – ao menos de 65% de peças nacionais.

Fábrica da Chery também continua valendo

Nesta quinta-feira, a Chery, também chinesa, ratificou os planos de construir uma unidade no Brasil, na cidade de Jacareí. Mais adiantada a JAC, a Chery prevê produzir os primeiros veículos nacionais em 2013. Apesar de manter seu projeto, a montadora reclamou do protecionismo do governo brasileiro com a medida publicada em setembro.

Ricardo Meier

Publisher do AUTOO, é o criador do site e tem interesse especial pelo sobe e desce do mercado, analisando os números de vendas de automóveis todos os meses

Ricardo Meier | http://www.jcceditorial.com.br/