Jeep chama Wrangler para recall por risco de incêndio

Quase 87 mil unidades do modelo serão afetados, disse porta-voz da Chrysler

Jeep Wrangler 2012 | Imagem: Chrysler

Jeep chamará cerca de 68 mil exemplares do Wrangler com transmissão automática para recall nos Estados Unidos. De acordo com a marca, com o tempo, a placa de deslizamento que protege o câmbio pode acumular detritos e, uma vez que essa peça fica perto do catalisador – item que esquenta quando o motor está trabalhando – pode dar início a um incêndio.

Foram afetados os veículos montados antes de julho de 2010 e para solucionar o problema a placa será substituída por uma barra, alteração que a própria fabricante informa ter sido implementada nos modelos 2011 e 2012.

Veja também: avaliação do Jeep Compass

Segundo um relatório publicado no site do órgão norte-americano de segurança veicular, NHTSA (National Highway Transportation Safety Administration), foram registradas 14 queixas de incêndio do utilitário, todos pelo mesmo problema.

Eric Mayne, porta-voz da Chrysler, disse ao jornal The Huffington Post que, além dessas 68 mil unidades, o recall envolverá outros 6 mil exemplares do Wrangler no Canadá, 1,5 mil no México e aproximadamente 11 mil em diversos países onde o jeep é comercializado.

AUTOO entrou em contato com a assessoria da Jeep no Brasil, porém, até o momento a marca disse não ter ciência sobre a possibilidade de modelos vendidos no Brasil terem sido afetados.

Assine a newsletter semanal do AUTOO!