Kia Sorento 2015 alcança nota máxima em teste de colisão

Nova geração do Sorento melhorou no quesito segurança, mas ainda deixou a desejar no teste de colisão frontal

Kia Sorento 2015 nos testes de segurança do IIHS | Imagem: Divulgação

A terceira geração do Kia Sorento, que deve chegar ao mercado brasileiro ainda neste semestre, é um dos modelos mais seguros do seu segmento. O utilitário-esportivo coreano foi avaliado pelo Insurance Institute for Highway Safety (IIHS), órgão responsável pela segurança viária nos Estados Unidos, e recebeu pontuação máxima de cinco estrelas, mas ficou devendo em um dos testes.

No teste de impacto frontal com 25% de área de contato contra uma barreira não deformável, a cabine do Kia Sorento foi seriamente comprometida. De acordo com o divulgado da instituição, o airbag de cortina não foi acionado durante a colisão e, além disso, a caixa de direção se deslocou para a direita, fazendo com que a cabeça do manequim tivesse pouco contato com a bolsa inflável do volante. O boneco indicou alta probabilidade de lesões na coxa esquerda e o joelho do motorista.

A geração anterior do Sorento, que ainda é comercializada no Brasil, foi avaliada pelo IIHS no ano passado, e teve nota baixa, com segurança considerada “pobre”, já que um manequim quase perdeu o pé esquerdo durante a colisão. Tal problema, contudo, não se repetiu no novo modelo. O modelo deve chegar ao Brasil em março deste ano. 

Recomendados por AUTOO

Youtube
Qual entrega mais? Honda HR-V ou Citroën C3 Aircross?

Qual entrega mais? Honda HR-V ou Citroën C3 Aircross?

SUVs coadjuvantes em vendas podem ser opção para os best-sellers Creta e T-Cross
Aviação
Primeiro caça Gripen brasileiro vai voar em 2025

Primeiro caça Gripen brasileiro vai voar em 2025

Saab e Embraer estão montando no interior de São Paulo primeiro jato supersônico da FAB que será finalizado no Brasil
MOTOO
A partir de R$ 8,5 mil: motos Shineray, Honda e Yamaha

A partir de R$ 8,5 mil: motos Shineray, Honda e Yamaha

Lista reúne as 10 motos mais baratas do Brasil em maio de 2024. Descubra as opções