Mais equipado, Nissan Sentra 2016 parte de R$ 69.190

Nova linha do sedã da Nissan passa a contar com controle de estabilidade e de tração de série

Nissan Sentra 2016 | Imagem: Divulgação

A Nissan anunciou a chegada da linha 2016 do sedã médio Sentra que, inclusive, já está disponível na rede de concessionárias. O modelo recebeu novos itens de série, com destaque para os controles de tração e estabilidade, que até então não estavam disponíveis nem como opcional no modelo.

O Sentra 2016 traz ainda a nova plataforma mundial de conexão com mídias sociais da Nissan, batizada de Nissan Connect, que permite conectar os telefones celulares dos usuários com o carro e os aplicativos Facebook e Google Search.

Nos demais itens de série, o Sentra SL, topo de linha, traz acabamento interno em couro, faróis com acendimento automático, ar-condicionado de duas zonas, abertura das portas e partida do motor sem chave, rodas de 17 polegadas, faróis e lanternas em LED, seis airbags, freios ABS com EBD, Isofix, sensor de estacionamento, entre outros. 

Na motorização, o sedã também seuge sem mudanças, com direito ao motor 2.0 litros flex, que rende até 140 cavalos de potência e 20 kgfm de torque, com transmissão automática do tipo CVT.

Com as novidades, o Nissan Sentra ficou mais caro. Os aumentos foram de R$ 2,1 mil para a versão S, R$ 2,3 mil para a SV e R$ 4,1 mil para a SL.  Para efeito de comparação, o sedã em sua versão mais cara está mais caro em R$ 10,5 mil desde que chegou ao mercado brasileiro. Único sedã da categoria que é importado do México (depois que o Jetta migrou para o Brasil), o Sentra colhe os resultados do bom custo-benefício para ser hoje o 3º modelo mais vendido do segmento, atrás apenas dos também japoneses Toyota Corolla e Honda Civic.

Confira a tabela de preços da nova linha do automóvel:

Sentra 2.0 S: R$ 69.190
Sentra 2.0 SV: R$ 75.990
Sentra 2.0 SL sem teto solar: R$ 82.490
Sentra 2.0 SL com teto solar: R$ 84.990 

Assine a newsletter semanal do AUTOO!