Ironia ou não, logo no primeiro mês em que o aumento do IPI para importados vigorou, justamente as quatro marcas defensoras da medida tiveram uma expressiva queda nas vendas e, com isso, influenciaram o resultado de setembro.

Fiat, Volks, Chevrolet e Ford venderam 7,7% a menos que em agosto. A líder, aliás, foi a que mais perdeu espaço, com queda de 10,2% seguida da vice-líder, VW, com menos 9,1% - Chevrolet e Ford perderam em torno de 4%.

Como respondem por dois terços das vendas, as montadoras tradicionais acabaram derrubando o resultado do mês no geral, que apontou queda de 4,6%. A situação só não foi pior porque as marcas novatas tiveram um crescimento significativo de 2,5%.

Reflexo discreto

À primeira vista, pode-se deduzir que a alta do IPI tenha influenciado as vendas das marcas importadoras, mas esse aumento não foi capaz de alterar de forma significativa o resultado. A Kia, por exemplo, foi a marca que mais cresceu em setembro, com mais de 9 mil carros emplacados, mas a maior parte disso foi do modelo Picanto, que acabou de ser lançado e já tinha uma demanda elevada.

Outras marcas que não importam carros fora do eixo Argentina-México também cresceram como foi o caso da Toyota e da Honda. Em compensação, a Hyundai, 6ª colocada no ranking geral, caiu quase 10% em relação a agosto.

Sandero em alta

Entre os veículos, a dupla Gol e Uno continua dominando com folga os emplacamentos, mas têm perdido participação mês a mês. Por outrolado, o hatch Sandero, após a reestilização, elevou suas vendas e agora ocupa o 6º lugar entre os mais vendidos, um feito para um modelo que não é vendido pelas quatro grandes.

Entre os sedãs, o Voyage se aproxima do rival Siena e tem chances de ultrapassá-lo até o final ano. O Civic, por sua vez, retomou a vice-liderança entre os sedãs médios perdida para o Kia Cerato.

Estréias começam com o pé direito

Em um mês cheio de novidades, as estréias começaram bem. A Fiat viu seus dois novos modelos, o 500 mexicano e o Freemont, emplacarem bons números. O subcompacto premium vendeu 1.076 unidades e o crossover, 617 carros. A Chevrolet também pode comemorar os 1.176 sedãs Cruze emplacados em setembro. A JAC, por sua vez, viu a minivan J6 liderar o segmento, à frente da Zafira.

Ricardo Meier

Publisher do AUTOO, é o criador do site e tem interesse especial pelo sobe e desce do mercado, analisando os números de vendas de automóveis todos os meses

Ricardo Meier | http://www.jcceditorial.com.br/

Veja mais notícias da marca