Mercedes-AMG GT substitui o SLS com louvor e muito estilo

Novo superesportivo da Mercedes-Benz tem motor 4.0 V8 de 502 cv e pode atingir 310 km/h

Mercedes-AMG GT | Imagem: Mercedes-Benz

A Mercedes-Benz tomou gosto por desenvolver carros superesportivos. A marca apresentou nesta terça-feira (9) a sua nova aposta para o segmento, onde já “aterrorizou” com o SLR McLaren e o SLS AMG. O novo produto tem até uma submarca, trata-se do Mercedes-AMG GT, que estreia no Salão de Paris, neste mês.

“Mercedes-AMG” é a marca criada pela Mercedes-Benz para designar os novos veículos desenvolvidos inteiramente nos laboratórios da AMG, a divisão esportiva da montadora. E o primeiro projeto dessa nova fase parece não desapontar.

Teste: SLS AMG Roadster corta as asas da gaivota

Sucessor direto do SLS AMG, o GT consegue acelerar no mesmo ritmo e atingir a mesma velocidade máxima com um motor menor e mais “fraco”. O novo modelo, na versão GT S, tem propulsor 4.0 V8 biturbo de até 502 cv e 65 kgfm de torque (a versão GT dispõe de 460 cv e 60 kgfm) – o motor 6.2 V8 do SLS gerava 571 cv. Segundo a Mercedes-AMG, a série top de linha vai do 0 aos 100 km/h em menos de 4 segundos e alcança até 310 km/h.

O desempenho do Mercedes-AMG GT é praticamente igual do SLS devido a sua carroceria mais leve, construída totalmente em alumínio, o que diminuiu a relação peso/potência. A marca, no entanto, não divulgou quanto o modelo pesa, mas a imprensa europeia fala em cerca de 1.400 kg.

O modelo vem com câmbio semi-automático de dupla embreagem e 7 marchas, com controle de diferencial na traseira que distribui o torque entre as rodas de forma a criar as melhores condições de aderência e estabilidade. Com isso, o veículo tem melhor desempenho em curva. Outro recurso para melhorar a dirigibilidade é o pequeno aerofólio que salta da traseira quando o veículo passa dos 120 km/h, Se o motorista quiser, pode acionar a asa com o carro parado apertando um botão.

A parte visual do GT, porém, é menos impressionante que a do SLS AMG. A começar pelas portas, que agora têm abertura convencional e não mais no estilo asa-de-gaivota, para cima. A carroceria do novo modelo também tem formato mais limpo, diferente das formas volumosas de seu antecessor. O painel, por outro lado, está mais moderno, no melhor estilo “nave espacial”. A central multimídia é controlada por um pad e a alavanca do câmbio virou um pequeno joystick.

O Mercedes-AMG GT será lançado na Europa no início de 2015 e a marca pretende incomodar a concorrência no segmento, principalmente os modelos Porsche 911 e o Audi R8. É melhor essa turma se preparar...