A Mercedes-Benz vai aos poucos aposentando a atual geração do jipão ML, que deve estrear sua nova versão ainda este ano – provavelmente nos salões de Genebra ou Frankfurt. A primeira vítima foi a configuração mais esportiva do SUV. Por conta do alto preço de produção, a marca alemã interrompeu a fabricação do ML 63 AMG.

Quem ainda desejar ter um ML na garagem deverá se contentar com apenas cinco opções de motorização, três delas a diesel. O ML mais potente, com a aposentadoria do 63 AMG, fica sendo o 500, equipado com um motor V8 de 388 cv. A interrupção, no entanto, não é definitiva. Depois de lançar a nova geração do ML, a Mercedes apresentará o novo AMG, que deve substituir o bloco 6.2 V8, de 510 cv, por um 5.5 biturbo, de 550 cv.

Rodrigo Mora

|