Mercedes S 63 L AMG chega ao Brasil com muito luxo e esportividade

Sedã com carroceria alongada tem motor V8 de 585 cv e preço assombroso: R$ 730 mil

Mercedes-Benz S63 L AMG | Imagem: Mercedes-Benz

A Mercedes-Benz anunciou nesta quarta-feira (2) o lançamento de um novo carro restrito aos mais abastados compradores no Brasil, o novo e luxuosíssimo S63 L AMG. Versão do Classe S com carroceria alongada (L) e motorização esportiva (AMG), o modelo é um dos mais sofisticados do mundo e também um dos mais rápidos de seu nicho, capaz de acelerar do 0 aos 100 km/h em 4 segundos e alcançar 300 km/h.

O modelo tem motor 5.5 V8 biturbo capaz de gerar 585 cv e torque máximo de 91,7 kgfm ligado ao câmbio automático sequencial de 8 marchas e com tração integral.

Avaliação: Mercedes CLA 200 chega para agradar jovens ricos

E o carro se comporta com nobreza, mesmo em alta velocidade. A nova geração do Classe S possui um novo tipo de suspensão, com amortecimento pneumático e adaptativo. O veículo faz uma pré-leitura do piso por onde vai trafegar e assim varia a ação dos amortecedores de forma que as irregularidades da pista não sejam transmitidas aos passageiros na cabine. É como se o carro flutuasse.

O novo S também pode variar o som do escapamento, para fazer mais ou quase nenhum ruído, e vem com recursos de última geração como sistema de visão noturna capaz de detectar pedestres, freios com discos de cerâmica e aparelho de som com 24 alto-falantes espalhados pela cabine, que apesar de ser grande leva apenas quatro pessoas (em assentos individuais com ventilação, aquecimento e ajustes elétricos).

A Mercedes-Benz também conseguiu reduzir em 100 kg o peso do S63 L AMG comparado ao modelo anterior. Para isso, a marca usou mais alumínio na construção do veículo e substituiu alguns componentes por similares mais leves. A bateria, por exemplo, agora é lítio, o que permitiu uma redução de 20 kg.

Essa máquina superesportiva e de alto luxo é obviamente muito cara. A fabricante oferece o veículo no Brasil com preços apenas em dólar, no caso US$ 321.900, algo equivalente a R$ 730 mil.