MINI anuncia lançamento do Clubvan

Primeiro veículo comercial da era moderna da marca leva até 500 kg de carga

A van de pet-shop da MINI tem até globo de discoteca | Imagem: MINI

O conceito Clubvan, apresentado no Salão de Genebra deste ano, já virou realidade! O Grupo BMW, dono da marca inglesa, anunciou no sábado (23) durante o Festival de Goodwood, na Inglaterra, o início da produção e lançamento do primeiro veículo voltado ao trabalho na era moderna da MINI – entre 1960 e 1982 a montadora britânica, antes de ser adquirida pelos alemães, produziu o MINI Van.

Baseado no Clubman, a versão “esticada” do tradicional Cooper, o agora Clubvan é a opção para quem quer misturar negócios com estilo, algo que qualquer carro da MINI tem de sobra.

O modelo adaptado para o trabalho, como era de se esperar, sacrificou a fileira de bancos na traseira em nome de um "senhor" porta-malas com 860 litros de capacidade volumétrica. Segundo número da MINI, o Clubvan pode comportar uma carga com 115 centímetros de comprimento e 102 cm de altura. Pode ser uma caixa com um enorme bolo de casamento ou quem sabe um cachorro, como sugere a montadora nas fotos com um veículo desenvolvido para pet-shops (ele tem até um globo de discoteca no teto). Se precisar de mais espaço o banco do passageiro pode avançar até o painel e liberar mais 84 cm de comprimento.

E o carro pode levar mais de um cachorro (ou mais de um bolo). O bagageiro do Clubvan aguenta cargas de até 500 kg, segundo a fabricante. O acesso ao porta-malas utiliza as mesmas portas de abertura dividida do Clubman ou então pela “Clubdoor”, a pequena porta suicida (de abertura contrária a convencional) somente ao lado do passageiro. Há ainda todo um revestimento de alumínio sólido no assoalho e uma grade que separa os compartimentos do veículo, além de ganchos de amarração e uma tomada de 12V na traseira.

A “Van” de 3,96 metros de comprimento e 1,68 m de largura segue o mesmo line-up de motores do MINI hatch com as versões “One”, “Cooper”, com blocos 1.6 a gasolina, e “Cooper D”, este com motorização turbodiesel. Há também a possibilidade de equipar o Clubvan com câmbio automático sequencial de 6 marchas e até sistema Auto Start/Stop, que desliga o motor automaticamente em paradas curtas, como situações de semáforo fechado ou trânsito pesado, e volta a ligá-lo quando o pedal do freio é aliviado pelo motorista. O modelo mais barato começa em ₤ 11,175, cerca de R$ 36.000 (sem contar impostos e taxas do Brasil).

Assine a newsletter semanal do AUTOO!