Na Argentina, Classe C tem versão BlueEfficiency

Sedã sofre alterações para economizar até 1 litro a cada 100 km rodados

Mercedes-Benz Classe C BlueEfficiency | Imagem: Mercedes-Benz

Enquanto no Brasil ganhamos a versão Ecomotion do Gol geração quatro e as vendas do Polo Bluemotion não decolam, na Argentina a Mercedes-Benz lança a Classe C BlueEfficiency, que tem os mesmos objetivos das versões citadas: economizar combustível e emitir menos gases poluentes.

São duas opções: C 200, com motor 2 litros turbodiesel de 136 cv, e C 250, com o mesmo motor, mas com 204 cv, graças a admissão variável das válvulas e mais pressão no turbo. O primeiro tem câmbio manual de seis velocidades, enquanto o segundo é oferecido com transmissão automática de cinco marchas. A série BlueEfficiency se diferencia dos modelos convencionais por algumas transformações mecânicas e aerodinâmicas. Os para-brisas foram trocados por peças mais leves, enquanto as rodas aqui são de alumínio forjado – alterações que garantiram uma redução de peso de 32 kg. Os pneus também são específicos: fornecidos pela Michelin, têm menos atrito com o solo. Por fim, a direção assistida se desconecta da bomba hidráulica enquanto o carro está em linha reta. Na questão aerodinâmica, há novos retrovisores e alterações na grade frontal. Segundo a Mercedes, a versão BlueEfficiency economiza até 1 litro de combustível a cada 100 km rodados.

Os preços partem de US$49.500 e US$55.900, respectivamente.

Tudo sobre o Mercedes-Benz Classe C

Mercedes-Benz Classe C

Recomendados por AUTOO

Youtube
Toyota Corolla Cross 2025 muda para encarar chineses

Toyota Corolla Cross 2025 muda para encarar chineses

Modelo ganhou novo visual e alguns equipamentos interessantes. Assista
Aviação
Maior avião brasileiro está combatendo incêndios no Pantanal

Maior avião brasileiro está combatendo incêndios no Pantanal

Embraer KC-390 da FAB pode ser convertido para avião bombeiro. Veja como funciona
MOTOO
Bajaj inaugura fábrica no Brasil

Bajaj inaugura fábrica no Brasil

Uma das maiores montadoras do mundo, a gigante indiana construiu fábrica própria em Manaus para produção de motocicletas