Novo VW T-Cross e Jeep Renegade ficam lado a lado. Qual vence essa briga?

Líder de vendas entre os SUVs compactos enfrenta o rival, que pode ser substituído pelo Avenger no Brasil
VW T-Cross Highline 2025 acaba de receber novidades, ao contrário do Jeep Renegade Trailhawk

VW T-Cross Highline 2025 acaba de receber novidades, ao contrário do Jeep Renegade Trailhawk | Imagem: Carlos Guimarães

A disputa pela liderança de vendas entre os SUVs compactos se mantém acirrada, com o Volkswagen T-Cross na liderança, mas seguido de perto pelo Hyundai Creta, Nissan Kicks e Chevrolet Tracker. Exceto o líder, estes outros três logo vão receber novidades. Aliás, o segmento está bem agitado e pode ter mudanças na linha Jeep, uma vez que o Renegade corre o risco de ser substituído pelo Avenger no Brasil. 

VEJA TAMBÉM:

De qualquer forma, neste comparativo colocamos o líder T-Cross ao lado do Renegade, que está em 5º lugar entre os SUVs mais vendidos de janeiro a maio. Na versão Highline (R$ 175.990), o modelo da Volkswagen vem bem equipado, assim como a Trailhawk  (R$ 187.990) do Jeep. Vamos ver a seguir, os prós e contras de cada um. 

O VW T-Cross se mostra claramente mais urbano que o Renegade, que enfrenta com mais valentia os trechos de terra e obstáculos pelo caminho. O primeiro tem uma relação peso/potência um pouco mais favorável (8,7 kg/cv ante 8,9 kg/cv), o que o ajuda ser mais ágil nas ultrapassagens e acelerações, indo de 0 a 100 km/h em 8,6 segundos, ante 9,7 s do rival.

T-CROSS PODERIA TER MUDADO MAIS

Volkswagen T-Cross 2025
Volkswagen T-Cross 2025 na versão Highine receber apenas multimídia atualizada e poucos detalhes
Imagem: Divulgação

Além disso, com menor vão livre do solo do T-Cross ( 19 cm conta 20,2 cm do Renegade) e com pneus de perfil mais baixo (205/55R 17 ante 215/60R 17 do Jeep), o Volkswagen também se mostra mais estável nas curvas. Na hora de colocar a bagagem no porta-malas, o SUV da marca alemã oferece um pouco mais espaço, com 373 litros, ante 314 litros do Renegade. 

Tanto a Highline quanto a Trailhawk são versões topo de linha. Então, o que não falta é equipamento nesses dois SUVs compactos. No Jeep há mais assistências à condução, com alertas de ponto cego, mudança de faixa e tráfego cruzado, itens que são opcionais no T-Cross. Em contrapartida, no Volkswagen viaja-se com mais conforto no banco de trás, com saídas de ar-condicionado e duas entadas USB-C, além de controle de velocidade de cruzeiro adapativo ("piloto automático").

Embora a central multimídia do T-Cross tenha acabado de mudar, apenas a do Renegade tem GPS embutido que mostra informações do trânsito em tempo real e acesso nativo à internet. No Jeep também há como controlar diversas funções do carro pelo aplicativo, que pode ser usado para monitorar dados como nível de combustível no tanque. 

Bem que a Volkswagen poderia ter mudado mais o T-Cross, que ainda conta com freio de estacionamento convencional, com alavanca, enquanto no Renegade já tem o sistema eletrônico, por botão. Em compensação, o modelo da marca alemã tem um pouco mais espaço para a família, com entre-eixos de 2,65 m, ante 2,57 m de Jeep. E tanto na cidade quanto na estrada, o VW é mais econômico.

Jeep Renegade 2023
Jeep Renegade Traihawik tem detalhes vermelhos e multimídia conectada à internet
Imagem: Divulgação

Conforme dados do Inmetro, o T-Cross Highline com motor 1.4 turboflex de 150 cv e 25,5 kgfm de toque a 1.500 rpm faz 8,1 km/l de etanol na cidade e 9,8 km/l na estrada, dados que passam para 11,7 km/l e 14 km/l com gasolina. Já o Renegade Trailhawk 1.3 turboflex de 185 cv e 27,5 kgfm a 1.750 rpm roda 6,4 km com um litro de etanol na cidade e 7,6 km/l na estrada. 

Mesmo com tanque um pouco maior, a autonomia do Renegade fica abaixo do T-Cross, ainda segundo dados do Inmetro. O Volkswagen é capaz de percorrer 573 km na cidade e 686 km na estrada com o tanque de 49 litros cheio de gasolina, enquanto que o Jeep anda 352 e 594 km, respectivamente, com 55 litros. 

VEREDICTO

Volkswagen T-Cross teve discretas mudanças na traseira e pode levar 373 litros de bagagem, ante 314 l do Renegade
VW T-Cross teve mudanças na traseira e pode levar 373 litros de bagagem, ante 314 l do Renegade
Imagem: Carlos Guimarães

O Volkswagen T-Cross sai com uma vitória apertada diante do Jeep Renegade, que vai passar a ter uma nova geração bem diferente da atual, totalmente elétrica e ainda sem confirmação de venda no Brasil. Por outro lado, o SUV da marca alemã poderia ter mudado mais na linha 2025 para ter ainda mais apelo de venda no segmento, cada vez mais disputado.

Siga o AUTOO nas redes: WhatsApp | LinkedIn | Youtube | Facebook | Twitter


 

 

Recomendados por AUTOO

Youtube
Fiat Strada: qual o segredo de sucesso da picape?

Fiat Strada: qual o segredo de sucesso da picape?

5 pontos que explicam por que o veículo vende tanto até hoje
Aviação
Embraer revela seu primeiro táxi-voador!

Embraer revela seu primeiro táxi-voador!

Veículo elétrico ainda não leva pessoas e será testado em voo ainda em 2024
MOTOO
Royal Enfield Guerrilla 450: todos os detalhes e 50 fotos

Royal Enfield Guerrilla 450: todos os detalhes e 50 fotos

Conheça preço, ficha técnica, desempenho, motor cores e versões da moto confirmada para o Brasil

Tudo sobre o Volkswagen T-Cross

Volkswagen T-Cross