O que podemos esperar do novo Suzuki Vitara no Brasil

Modelo substituirá o Grand Vitara por aqui e será posicionado acima do S-Cross
Suzuki Vitara 2016

Suzuki Vitara 2016 | Imagem: Divulgação

Como todo mundo já sabe, a nova geração do Suzuki Vitara está confirmada para o Brasil e deverá ser o grande destaque da marca para o Salão de São Paulo, que ocorrerá em novembro deste ano. Mas o que podemos esperar do SUV por aqui? Vale destacar que a Suzuki já começou uma campanha mais intensiva para divulgar o carro junto à imprensa especializada, destacando os prêmios que o SUV já recebeu ao redor do mundo. Só na Espanha, Chile, México, Rússia e Austrália, por exemplo, o modelo recebeu o título de “melhor SUV do ano”.

Dentro da gama Suzuki, o novo Vitara ocupa um nicho bem específico. Ele conta com 4,17 metros de comprimento, 1,77 metros de largura e 1,61 metros de altura, sendo que o entre-eixos é de 2,50 metros. Com isso, o Vitara é um modelo mais compacto em relação ao S-Cross, já oferecido por aqui e que concorre com Honda HR-V e cia. O S-Cross, apenas para comparação, conta com 4,30 metros de comprimento e 2,60 metros de entre-eixos. Até mesmo no que diz respeito ao porta-malas, o S-Cross leva uma vantagem bem maior, com a possibilidade de acomodar até 440 litros contra 375 litros do Vitara. Mas, com isso, qual será o papel do SUV que a Suzuki vai lançar em breve por aqui?

Caberá ao Vitara se posicionar como uma alternativa “premium”, ou seja, mais equipada entre os SUVs compactos, oferecendo praticamente o mesmo espaço interno, porém muito mais equipamentos por um preço que deverá superar os R$ 108.900 cobrados no S-Cross 4x4 GLS, a versão mais cara do modelo.

O novo Vitara contará apenas com o sistema de tração integral All Grip e virá com uma série de assistentes de condução, com destaque para o piloto automático adaptativo e o sistema RBS (Radar Brake Suport). O recurso em questão utiliza um radar para monitorar a distância do carro a frente, podendo não só alertar o motorista quando os dois veículos ficarem perto demais, como até mesmo acionar os freios em uma situação extrema a fim de evitar uma colisão.

Também ao contrário do S-Cross e mantendo a tradição da família Vitara para o off-road, o novo Vitara mantém boas credenciais para o uso fora de estrada, como os ângulos de ataque de 18,2º e de saída em 28,2º. A altura mínima em relação ao solo é de 18,5 cm, o que está longe de ser ruim.

Outro atributo interessante do novo Vitara é o teto solar panorâmico com dois paineis de vidro, um acima dos passageiros dos bancos dianteiros e outro para os ocupantes do banco traseiro, que podem ser abertos integralmente. Segundo a Suzuki, quando fechados os dois paineis somam 1 metro de comprimento. O Vitara também conta com central multimídia de 7” e sua tela sensível ao toque também pode ser operada por pessoas utilizando luvas. Ela conta com navegador com mapas em 3D integrado e permite o espelhamento de smartphones.

Se o S-Cross permite escolher a cor do teto, o novo Vitara contará com possibilidades de personalizaçao ainda maiores, com os clientes podendo escolher a cor da grade dianteira, acabamento do painel, dentre outros. Pelo menos na Europa, o modelo também pode receber dois pacotes de acessórios, o “urban” e o “rugged”, sendo o primeiro voltado ao uso urbano e com alguns elementos cromados, e o segundo conferindo um visual mais robusto ao modelo, como molduras para os para-lamas.

Na parte mecânica, o Vitara terá como opção a gasolina o motor 1.6 16V, o mesmo aplicado no S-Cross, com potência na casa de 120 cv e aceitando apenas gasolina. Assim como o S-Cross e modelos mais modernos como o próprio Nissan Kicks, a receita da Suzuki é apostar no baixo peso do conjunto para compensar a potência mais comedida do motor. No quesito transmissão, os modelos contam com uma diferença importante: enquanto o S-Cross utiliza uma caixa CVT com 7 marchas virtuais, o Vitara opta por uma caixa automática convencional de 6 velocidades também com a opção de trocas sequenciais.

Importado da fábrica da Suzuki em Magyar, na Hungria, o novo Vitara promete ocupar um nicho bem particular de SUVs compactos entre R$ 100.000 e R$ 120.000. O início das vendas deve ocorrer no primeiro trimestre de 2017. Confira abaixo uma galeria de fotos completa do Suzuki Vitara 2016:  

Assine a newsletter semanal do AUTOO!