Os carros mais vendidos na América Latina em 2016

O Fiat Palio, que sempre foi muito bem no ranking, passou para a 5ª posição no ano passado
Chevrolet Onix Activ 2017

Chevrolet Onix Activ 2017 | Imagem: Divulgação

Abalada pela crise econômica que assola alguns países da região somada por problemas políticos em países relevantes como o Brasil, o comércio de veículos na America Latina foi abalado em 2016, com uma queda de 3,6% nas vendas totais em nossa região, composta por 18 países indo do México até a Argentina. No total, foram emplacados 5,2 milhões de automóveis e comerciais leves na região em 2016.

Seguindo o resultado do Brasil, o Chevrolet Onix também foi o carro mais vendido da América Latina, contabilizando 173.833 unidades vendidas, uma considerável alta de 26,6% em relação à 2015. Basta dizer que, desse total, somente 153.380 unidades do Onix foram registradas no Brasil.

Em segundo lugar figura o Hyundai HB20, que subiu três posições em relação à 2015 e agora é o segundo carro mais vendido na América Latina, com 125.932 emplacamentos, alta de 14,1% sobre o ano passado.

Assim como no Brasil, o Ford Ka também figura na terceira posição dos carros mais vendidos na América Latina. Em 2016 ele foi a escolha de 113.682 consumidores, uma redução de 8,5% sobre 2015.

Na quarta posição quem aparece é o Renault Sandero, com 100.344 unidades vendidas (-7,4% sobre 2015). O Fiat Palio, que foi o líder em vendas na América Latina em 2015, passou a figurar em apenas 5º lugar em 2016, com 92.756 unidades vendidas, uma destacada queda de 37,5% em relação ao volume de vendas de 2015.

O mesmo cenário ocorre com o Volkswagen Gol, que terminou 2016 na 6ª posição dos carros mais vendidos na América Latina. A redução em vendas no caso específico do Gol não foi tão grande como a do Palio, mas não deixa de chamar a atenção, já que a redução no volume de vendas foi da ordem de 22,1% na comparação com 2015.

A Toyota Hilux, por sua vez, ganhou três posições no ranking e foi o 7º modelo mais vendido em 2016, totalizando 85.445 emplacamentos e uma elevação nas vendas de 4,2% sobre 2015.

O Toyota Corolla, por sua vez, manteve o 8º lugar com 84.848 unidades vendidas na América Latina, mesmo assim registrando 5,3% de queda na comparação com 2015.

As vendas do Chevrolet Prisma mantiveram-se praticamente estáveis, com uma alta de 0,9%, o suficiente para que ele ocupe a 9ª posição no ranking dos carros mais vendidos na América Latina ao emplacar 80.392 unidades no ano passado.

Por fim, apesar da queda de 36,7% nas vendas, a Fiat Strada fecha o ranking dos 10 carros mais vendidos na América Latina em 2016vcom 68.007 unidades vendidas no período. 

Os dados são da consultoria Focus2move