A extensão do recall do acelerador defeituoso da Toyota é cada vez maior. Depois de ampliar o chamado para a Europa e China, agora outras marcas que têm parceria com a montadora japonesa estão lançando seus próprios recalls.

A Ford, que usa componentes semelhantes na van Transit chinesa já anunciou a convocação e agora a PSA, dona das marcas Peugeot e Citroën fez o mesmo com cerca de 100 mil veículos na Europa.

Lá, a PSA tem um acordo de produção com a Toyota para a produção de versões do subcompacto Aygo, batizado de 107 na Peugeot e C1 na Citroën.

Como a Toyota convocou o Aygo (além de outros modelos como o Auris, Corolla, RAV4, Avensis, iQ e Verso) a PSA se viu obrigada a fazer o mesmo com seus “irmãos”.

Reparo emergencial

A Toyota anunciou nesta segunda-feira que fará um reparo de emergência nos próximos dias nos veículos atingidos pelo recall. A modificação será feita pelas concessionárias e consiste em reforçar a haste que permite o retorno do acelerador para a posição neutra.

Não se trata, portanto, da solução definitiva. A montadora também disse que voltará a produzir e a vender seus veículos na América do Norte a partir do dia 8.

Conheça os carros mais vendidos do Brasil nos últimos 10 anos

Ricardo Meier

Publisher do AUTOO, é o criador do site e tem interesse especial pelo sobe e desce do mercado, analisando os números de vendas de automóveis todos os meses

Ricardo Meier | http://www.jcceditorial.com.br/