Porsche Cayenne alcança 500 mil unidades produzidas

Utilitário lançado em 2002 foi responsável por reerguer as finanças da montadora

O Cayenne número 500 mil foi destinado a brigada de incêndio de Leipzig | Imagem: Porsche

Há exatos 10 anos a Porsche, em meio a dificuldades financeiras, contrariou toda sua tradição em produzir automóveis esportivos e deu aquele que foi considerado o passo mais ousado de sua história: lançou o Cayenne, seu primeiro jipe de luxo. Passada uma década, a montadora alemã celebra a produção de 500 mil exemplares de seu veículo utilitário, que atualmente é o principal produto da empresa.

A unidade comemorativa, apresentada em cerimônia nessa terça-feira (3), foi destinada ao corpo de bombeiros de Leipzig, na Alemanha, onde o Cayenne é produzido desde 2002.

Sucesso no mercado de luxo no mundo inteiro, o Cayenne já está na segunda geração – lançada em 2010 – e desponta como um dos principais modelos de sua categoria, algo um tanto inusitado por se tratar de um carro da Porsche. A aceitação do SUV também inspirou a marca a desenvolver o cupê quatro portas Panamera, que também está se tornando referência no segmento.

A linha de montagem do Cayenne emprega atualmente 1.005 operários que trabalham em dois turnos de produção. No Brasil, o modelo é comercializado com preços a partir de R$ 339.000 e pode chegar a R$ 699.000 na versão de topo.

Assine a newsletter semanal do AUTOO!