Primeira unidade do Corvette C7 é leiloado por R$ 2,2 milhões

Valor arrematado é 20 vezes maior que o preço de tabela do superesportivo nos EUA

Corvette Stingray 2014 | Imagem: Divulgação

O novo Corvette C7, que retomou o clássico nome Stingray no Salão de Detroit deste ano, começou bem sua trajetória. A primeira unidade do superesportivo foi leiloada nesse final de semana por US$ 1,1 milhão, o equivalente a R$ 2,2 milhões. Tal valor é 20 vezes maior que o preço de tabela do carro que será cobrado nos Estados Unidos, cerca de US$ 55 mil.

O lance final foi de Richard Hendrick, famoso colecionador de Corvettes e dono de uma equipe de NASCAR, a principal categoria de turismo nos EUA. Todo valor desembolsado no leilão, segundo a GM, será revertido a caridade.

Sétima geração do Corvette, o novo Stingray tem motor 6.2 V8 com injeção direta de gasolina capaz de gerar 450 cv. Segundo números da Chevrolet, o modelo renovado pode acelerar do 0 aos 100 km/h em apenas 4 segundos e supera os 300 km/h.

Repleto de novas tecnologias, o Corvette C7 também é muito leve graças ao uso intensivo de fibra de carbono e alumínio em sua construção, algo que ainda não feito com tanta ênfase no superesportivo da Chevrolet.

Conforme já antecipou a marca, o modelo chega às revendas nos EUA a partir do segundo semestre deste ano.

Assine a newsletter semanal do AUTOO!