Proporção de etanol na gasolina será reduzida em 5%

A gasolina oferecida nos postos do Brasil contém 25% de etanol. Medida começa em outubro

Preço da gasolina pode cair em outubro | Imagem: Getty Images

Com o aumento das vendas de automóveis com motores flex nos últimos a procura pelo etanol seguiu o mesmo ritmo. Como se não bastasse o fato de abastecer uma frota em crecimento acelerado, o combustível vegetal também é requisitado na mistura da “gasolina brasileira”, que contém 25% do biocombustível derivado da cana-de-açúcar. No entanto, este número, no atual patamar, nas contas dos usineiros poderia atrapalhar o fornecimento de álcool para 2012.

Para equilibrar a balança e manter o fornecimento de álcool em níveis seguros, o ministro de Minas e Energia, Edison Lobão, anúnciou nessa segunda-feira (29) a redução de 5% de etanol da mistura com a gasolina. Segundo o parlamentar, a medida entrará em vigor a partir de 1° de outubro e valerá por tempo indeterminado.

A ação também é uma resposta ao alerta de José Sergio Gabrielli, presidente da Petrobras. Em audiência no senado na semana passada, o executivo afirmou que a produção de etanol deverá ter dificuldades nos próximos dois anos. Segundo Gabrielli, o problema pode acontecer devido a falta de investimentos em infra-estrutura e também pela alta do preço do açúcar, elevado pela quebra da safra na Índia, outro grande produtor de cana.

E o que muda para o consumidor?

Com menos etanol na mistura, a tendência é que o preço da gasolina seja reduzido. Já o preço do álcool poderá passar por reajustes nos próximos meses. A ANP (Agência Nacional de Petróleo, gás natural e biocombustíveis) e orgãos dos setores de distribução de combustíveis ainda não comentam sobre os possíveis efeitos da nova medida do Ministério de Minas e Energia.

Assine a newsletter semanal do AUTOO!