Q5 chega com missão de resgatar Audi

Crossover é o primeiro lançamento sob o comando de Paulo Kakinoff, novo presidente da empresa no Brasil

Audi Q5 | Imagem: Audi

Já são 15 anos sem Ayrton Senna, considerado por muitos o maior piloto de todos os tempos. A morte do piloto, no dia 1º de maio de 1994, deixou muita gente órfã e sem uma referência de dedicação e talento. Pois o sobrenome Senna dá saudades não só em nós brasileiros, mas até nos alemães da Audi.

Desde que a marca deixou de ser gerida pela família do piloto no Brasil, as vendas não são mais as mesmas. No entanto, depois de vários erros, a marca tem tudo para voltar aos eixos. Após anunciar a indicação do executivo Paulo Kakinoff como novo presidente, um novo ar de esperança soprou nos escritórios da empresa em São Paulo. Kakinoff não é tão conhecido do público, mas tem uma imagem forte no meio automotivo. Jovem e talentoso, ele foi um dos responsáveis pela repaginação da Volkswagen no país.

Agora o paulistano enfrenta seu maior desafio, após deixar um cargo confortável e importante na sede da VW na Alemanha. O primeiro passo visível dessa nova fase ocorre neste de mês de maio, mais exatamente no dia 27 quando será lançado o crossover Q5.

De porte médio, o Q5 é um irmão menor do bem-sucedido Q7 e tem a missão de trazer novos clientes para a marca, hoje proprietários de modelos da concorrência, como o GLK, da Mercedes, ou o X3, da BMW. Mas foi o Q7 quem se inspirou no Q5 em sua última reestilização. Faróis e lanternas com leds e pequenos detalhes estéticos foram baseados no utilitário menor.

O Q5 foi construído sobre a mesma plataforma que deu origem ao novo A4 e o cupê A5. Em outras palavras, ele faz parte da família mais importante da Audi, cujo volume de vendas é superior aos demais carros da marca.

No Brasil, portanto, ele virá com os mesmos motores dos seus irmãos: o 2.0 TFSI e o 3.2 V6 e câmbios automáticos com tiptronic e borboletas atrás do volante. O visual limpo combina com o interior austero. O Q5 traz os equipamentos de praxe do segmento, como tração integral permanente, sistema multimídia MMI, freio de estacionamento eletrônico e controles de tração estabilidade e frenagem.

O desafio de Kakinoff não é apenas bater seus rivais, o que não será difícil já que o volume de vendas é pequeno no segmento. O mais importante é recolocar a Audi como sinônimo de automóveis premium no Brasil, como nos tempos de Senna.

Recomendados por AUTOO

Youtube
Toyota Corolla Cross 2025 muda para encarar chineses

Toyota Corolla Cross 2025 muda para encarar chineses

Modelo ganhou novo visual e alguns equipamentos interessantes. Assista
Aviação
Maior avião brasileira está combatendo incêndios no Pantanal

Maior avião brasileira está combatendo incêndios no Pantanal

Embraer KC-390 da FAB pode ser convertido para avião bombeiro. Veja como funciona
MOTOO
Bajaj inaugura fábrica no Brasil

Bajaj inaugura fábrica no Brasil

Uma das maiores montadoras do mundo, a gigante indiana construiu fábrica própria em Manaus para produção de motocicletas