A Mercedes-Benz deu nova chance à Classe R, que tem fracas vendas em quase todos os mercados onde atua (você lembra quando viu uma dessas na rua pela última vez?). O crossover agora tem novos capô, faróis, grade, para-choques e lanternas, que se alinham à identidade visual aplicada nos sedãs e SUV’s da marca.

O interior pouco mudou, mas ganhou novos equipamentos, como encostos de cabeça Neck-Pro e assistente de visibilidade. O Classe R não tem sua versão esportiva, apenas um pacote visual da estirpe AMG, com bancos, volante e pedais diferenciados. Sob o capô, o crossover pode guardar um 3 litros V6 turbodiesel, de 210 cv, ou um 3.5 litros V6, de 268 cv.

Conheça os carros mais vendidos do Brasil nos últimos 10 anos

Rodrigo Mora

|