Site diz que Mille deixará de ser produzido este ano

Responsável por apenas 30% das vendas do Uno, primeira geração terá versão de despedida batizada de Grazie Mille

Primeiro Fiat Mille foi lançado no início da década de 90 | Imagem: Divulgação

A Fiat decidiu parar de produzir o “velho Uno”, hoje conhecido como Mille. Quem garante é o site Automotive Business que crava até o nome da versão de despedida do modelo: “Grazie Mille”, ou “Obrigado, Mille”, em português.

Lançado no Brasil em 1984 com várias inovações tecnológicas, o Uno emplacou para valer no início da década de 1990 quando a Fiat criou a versão Mille, com motor 1.0 que se enquadrava na, então, recém-criada categoria dos populares. Mas mesmo com um projeto moderno para época, o Mille não se adequou a dois equipamentos de segurança, o airbag e os freios com ABS.

Com a proibição de venda de veículos novos sem os dois itens a partir de 2014, a Fiat tem duas alternativas: adaptar o modelo ou pôr fim a sua carreira. Segundo o site, falou mais alto o custo de adaptação, que é alto, e a saída é rebaixar o Palio Fire para condição de modelo mais barato da marca.

Minoria

Consultada, a assessoria de imprensa da Fiat negou que exista uma decisão tomada. “O encerramento da produção do Mille é uma das alternativas estudadas, mas não a única”, explicou a empresa.

Infográfico: conheça os carros mais velhos do Brasil

Mas tudo indica que o fim do Mille é mesmo a saída mais provável. Hoje o “velho” Uno responde por apenas 30% das vendas mesmo sendo bem mais barato que o “novo” Uno. Parece provável que a Fiat vá usar o Palio Fire como estepe do Mille até que o inédito compacto de baixo custo esteja pronto para produção, o que deve ocorrer em 2015.

Caso venha a ser confirmada, a aposentadoria do Mille reduzirá ainda mais a lista de veículos datados que ainda rodam no Brasil. A Kombi, por exemplo, já teve o fim anunciado, assim como a picape Courier. O próximo candidato deverá ser o Gol G4, que ainda utiliza parte da arquitetura do primeiro modelo, lançado em 1980. Talvez o nome da versão de despedida do Mille resuma bem a situação desses carros, que cumpriram seu papel, mas há tempos esperam pela merecida aposentadoria.

Comente em nossa página do Facebook o que você acha do provável fim do Mille.

Assine a newsletter semanal do AUTOO!