Teste: Toyota Corolla Cross XRE 2022

Avaliamos a versão mais procurada do SUV médio, atualmente tabelada em R$ 157.090
Toyota Corolla Cross 2022

Toyota Corolla Cross 2022 | Imagem: Divulgação

Ao combinar um nome famoso, uma marca com ótima reputação no país e embalar tudo isso com a carroceria que vem dominando a preferência dos consumidores nos últimos anos, praticamente não tem como um modelo como o Toyota Corolla Cross deixar de obter sucesso. 

Quando falamos do Corolla, a configuração XEi segue firme na preferência dos brasileiros. Migrando para o Corolla Cross, a “versão espelho” em relação ao sedã é a XRE, que, não por acaso, é apontada pela Toyota como a que deverá ser a mais procurada pelos interessados no SUV médio, respondendo por cerca de metade dos emplacamentos. Por esse motivo, o AUTOO escolheu o catálogo em questão para o primeiro contato com o modelo produzido em Sorocaba (SP). 

Visão geral sobre o Corolla Cross

Você não precisa sequer acionar a partida por botão ou deslocar a alavanca de câmbio para a posição Drive. Ao assumir o banco do motorista, fica claro que a intenção da Toyota ao conceber o Corolla Cross foi migrar para o universo dos SUVs todas as qualidades do sedã. Logo, a escolha do nome vai bem além do que uma jogada de marketing. 

Painel, volante, central multimídia, console central... toda a cabine do SUV médio remete ao sedã, preservando a notória qualidade construtiva, apesar de não surpreender no estilo ou nos plásticos e demais elementos que compõem o habitáculo do Corolla Cross. 

Temos a mesma sensação de espaço no SUV que encontramos dentro do sedã, porém fica a impressão de que a bordo do Corolla temos um pouco mais de área livre para as pernas dos ocupantes do banco traseiro. Nada que desabone, entretanto, o conforto e bem estar a bordo do SUV.  

Mantendo a comparação entre o Corolla e o Corolla Cross, vale mencionar que o sedã tem um porta-malas maior (470 litros), apesar de não tão versátil como o do SUV (440 litros).

De qualquer forma, o Corolla Cross supera os 410 litros (no padrão VDA) do Jeep Compass, hoje o líder em vendas no segmento, e ambos ainda estão distantes dos 498 litros do VW Taos. A cabine do VW, vale mencionar, também é mais espaçosa do que a dos concorrentes de Toyota e Jeep.  

Impressões ao volante 

Novamente, agora ao volante, o Corolla Cross confirma as impressões iniciais e deixa claro que é um Corolla com altura em relação ao solo mais elevada. 

Para quem deseja um modelo confortável, silencioso, com um rodar sólido e tranquilo, talvez não exista outro SUV médio tão capaz de agregar todos esses atributos. 

Aqueles que aceitam outro modelo que não seja um utilitário esportivo, é justo salientar que o Corolla traz uma vantagem do ponto de vista técnico em relação ao irmão SUV que é a presença da suspensão independente, com direito ao layout multibraço entre as rodas traseiras. 

Enquanto o VW Taos (McPherson/multibraço) e o Jeep Compass (McPherson nas quatro rodas) contam com suspensão independente, o Corolla Cross com seu eixo de torção traseiro deixa a desejar nesse aspecto, em especial considerando a faixa de preço na qual está inserido. 

De qualquer forma, o time de engenharia da Toyota realizou um excelente trabalho de calibração não só da suspensão, mas também dos sistemas de direção e freios.

Outro ponto é praticamente não se percebem ruídos na cabine do SUV, o que agrada os mais exigentes e reforça o cuidado com a montagem do SUV.  

Eficiência 

Assim como no Corolla XEi, está presente sob o capô do Corolla Cross XRE o elogiável motor 2.0 Dynamic Force, capaz de entregar até 177 cv e 21,4 kgfm de torque. 

O propulsor abre mão do turbo, mas foi concebido com uma série de evoluções em seu projeto para maximizar a eficiência. Um bom exemplo é o sistema D-4S, que combina as injeções direta e indireta para favorecer o desempenho e economia de combustível. 

Capaz de oferecer o mesmo nível de performance dos rivais Taos e Compass 1.3 turbo, ponto positivo do Corolla Cross XRE fica para o melhor consumo da classe, com médias de até 11,5 km/l e 12,8 km/l na estrada com gasolina. 

O câmbio automático CVT de última geração também é um grande aliado na busca por aproveitar ao máximo cada gota de combustível utilizada pelo motor.

Ela conta com o recurso da engrenagem de partida para ajudar o SUV a sair da imobilidade de uma maneira mais rápida, amenizando uma certa apatia de algumas caixas CVT nesse momento de uso.

Mesmo quem não é muito fã desse tipo de transmissão, deve dar uma chance ao SUV. 

Mercado 

É fato que a faixa de preço na qual o Toyota Corolla Cross XRE (R$ 157.090) está inserido é a que concentra o maior volume de vendas entre os SUVs médios, sendo que nela também atuam o Jeep Compass Longitude 1.3 turbo (R$ 158.990) e o VW Taos Comfortline (R$ 154.990). 

Mais uma vez o Corolla Cross mostra-se um SUV muito equilibrado, trazendo no catálogo XRE os principais itens demandados pelos consumidores, como central multimídia, revestimento interno de couro, 7 airbags, chave presencial, ar-condicionado automático digital, sensor de estacionamento, câmera de ré, acendimento automático dos faróis, entre outros. 

O Compass Longitude T270 é um pouco mais caro, entretanto traz diferenciais como o painel de instrumentos digital, faróis full-LED, sua central multimídia ostenta uma tela de 10,1” e ele ainda tem como apelo os serviços conectados oferecidos na plataforma Adventure Intelligence. 

O VW Taos Comfortline, por sua vez, requer atenção, uma vez que seu preço básico não inclui o revestimento interno de couro. Adicioná-lo eleva o valor final do SUV para R$ 160.410, mas dá direito ao aquecimento para os bancos dianteiros sendo que o do motorista conta ainda com comandos elétricos. 

Conclusão 

O Toyota Corolla Cross pode não ser o SUV médio que ofereça a maior potência, o maior porta-malas ou o pacote de tecnologia mais avançado, contudo o modelo não deve em nenhum atributo técnico ou mecânico e ainda traz um preço equilibrado frente aos principais competidores.  

Somando tudo isso ao fato de que somente ele conta com 5 anos de garantia e a Toyota dedica especial atenção para manter os custos de manutenção (peças e revisões) em patamares acessíveis, encontramos no Corolla Cross um SUV que promete incomodar bastante a vida do Compass em especial pela racionalidade de seu conjunto.  

Apesar do comportamento dinâmico pouco envolvente ou esportivo, seu rodar confortável fala mais alto, um atributo que não deixa de ser a preferência da muitos consumidores. O mesmo pode ser dito da demanda cada vez maior por automóveis com menor consumo e custo de propriedade, algo que o Corolla Cross cumpre muito bem. 

Olhando para o futuro, certamente o Corolla Cross será um modelo com alta liquidez e desvalorização comedida, atributos que o Corolla oferece há muito tempo. Logo, se você tem um perfil de compra racional e deseja um SUV médio que tem como principal virtude o equilibrio, certamente terá no Corolla Cross uma ótima escolha.

 

Ficha técnica

Toyota Corolla Cross 2022 XRE 2.0 16V flex automático 4p
Preço R$ 157.090 (07/2021)
Categoria SUV médio
Motor 4 cilindros, 1987 cm³
Potência 169 cv a 6600 rpm (gasolina)
Torque 21,4 kgfm a 4400 rpm
Dimensões Comprimento 4,46 m, largura 1,825 m, altura 1,62 m, entreeixos 2,64 m
Peso em ordem de marcha 1420 kg
Tanque de combustível 47 litros
Porta-malas 440 litros
Veja ficha completa