Até mesmo pelo “efeito novidade”, era mais do que esperado que o Toyota Yaris atraísse mais o consumidor que visita uma concessionária Toyota do que o já veterano Etios. Não por acaso, a marca japonesa tratou de eliminar as versões mais caras do seu modelo de entrada, tais como a Platinum, afinal elas se aproximariam demais dos preços praticados para o Yaris.

Os números de venda contabilizados no início de 2019 comprovam o magnetismo do Yaris, modelo que caiu rapidamente no gosto dos brasileiros, amparado em grande parte pela boa reputação que a marca Toyota conquistou junto ao público.

Mas tudo isso é motivo para deixar o Etios completamente de lado? Após uma avaliação mais profunda do hatch em sua linha 2019, o Etios nos mostra que ainda tem condições – e muitos diferenciais – para se manter vivo entre os compactos mais acessíveis, que custam na faixa de R$ 55.000 com câmbio automático. Esse tipo de transmissão, aliás, será cada vez mais procurada pelos brasileiros daqui em diante.

Dentro do espectro de hatches automáticos baratos, no qual o que interessa é o custo-benefício competitivo, encontramos modelos como o Chevrolet Onix Advantage (R$ 54.990) e o Volkswagen Gol 1.6 automático (R$ 57.260). O Etios se sobressai até mesmo por oferecer uma gama de dois motores passíveis de receber o câmbio automático de 4 marchas, no caso o 1.3 16V na versão X, com preço tabelado de R$ 55.490, e o 1.5 16V na configuração X Plus de R$ 62.190. Vamos deixar de lado os hatches automatizados, tais como o Fiat Argo Drive 1.3 GSR, uma vez que eles usam um tipo de transmissão completamente diferente e mais simples.

A grande sacada do Etios – e nesse ponto a Toyota foi bem esperta – é que, para quem não quer deixar de lado a segurança, só no Etios 2019 você vai encontrar os controles de tração e estabilidade de série, recursos que serão obrigatórios a partir da próxima década e ajudam consideravelmente a melhorar a segurança ativa de qualquer carro. Onix e Gol sequer oferecem a dupla como opcional.

Há quem critique o fato de o câmbio automático do Etios ter apenas 4 marchas, enquanto os rivais Gol e Onix recebem transmissões de 6 velocidades, mas graças ao seu baixo peso e à eficiência de seus motores, o Etios consegue ser tão (ou mais, no caso do Gol) econômico quanto seus rivais diretos, independente de qual motor você considerar. Em sua opção mais cara, o Etios X Plus automático registra médias de até 11,9 km/l na cidade e 13,2 km/l na estrada com gasolina.

Como o foco do Etios é ser uma alternativa de transporte barata, talvez seja mais interessante hoje em dia você optar pela versão X 1.3 automática, uma vez que, mesmo em termos de desempenho, ela não deixa tanto assim a desejar na comparação com o Etios 1.5. Portanto, a diferença de R$ 6.700 para a opção X Plus é pouco justificada, mesmo levando em consideração que ela acrescenta rádio e rodas de liga leve de série.

 

Por falar nisso, o Etios X 1.3 automático só fica devendo o sistema de som de fábrica, o qual você pode instalar diretamente na concessionária como um acessório, preservando a garantia, ou até mesmo optar por uma central multimídia, se a ideia for aprimorar a conectividade. De série, você vai encontrar na versão, além do já citado ESP, trio elétrico, ar-condicionado, sistema Isofix para fixação de cadeirinhas infantis, entre outros.

Com um projeto pensando para ser simples e reduzir custos, o Etios não traz o melhor em termos de materiais para a cabine, revestimento para os bancos, entre outros atributos, mas ele melhorou bem ao longo dos anos e abandonou aquele caráter extremamente simples das primeiras unidades. Voltando ao aspecto racional, o Etios mostra-se um modelo confortável para acomodar seus passageiros, oferecendo uma das melhores cabines em termos de sensação de espaço. Seu porta-malas de 270 litros não é o maior entre os concorrentes, mas está na média.

Além do bom espaço interno, ao volante o Etios também mostra muitas qualidades positivas para quem deseja um carro compacto e confortável para rodar na cidade. Sua direção elétrica é extremamente suave na atuação, ajudando você a não se cansar tanto, sobretudo em manobras, mas preservando a velocidade correta nas respostas para não parecer anestesiada demais. Com diâmetro de giro de 9,6 metros, o modelo hatch faz balizas como poucos e se notabiliza pela facilidade para entrar e sair das vagas. A suspensão segue a mesma linha. Sem qualquer pretensão esportiva, ela mostra-se muito bem calibrada e robusta para as condições do nosso piso. O Etios entrega aquele rodar tipicamente japonês: estável, sólido, silencioso... características que grande parte do público deseja encontrar em um carro. 

Logo, se você se identificou com o que leu até aqui e deseja mesmo um carro automático gastando pouco, o Toyota Etios 2019 é uma excelente pedida. Além do valor muito competitivo (em especial para o público PcD), ele entrega um interior bem resolvido do ponto de vista do aproveitamento do espaço interno, é bom de guiar, gasta pouco e sua manutenção também é bastante acessível.

Se você deseja equipamentos mais avançados ou um habitáculo com acabamento superior, é melhor olhar para o segmento imediatamente acima, no caso os hatches compactos premium. A palavra de ordem de Etios, Gol e companhia é a racionalidade e esse atributo é um ótimo resumo para o hatch de entrada da Toyota.  

Ficha técnica

Toyota Etios 2019 X Plus 1.5 16V flex automático 4p
Preço R$ 62.190 (03/2019)
Categoria Hatch compacto
Vendas em 2017 41.991 unidades
Motor 4 cilindros, 1496 cm³
Potência 102 cv a 5600 rpm (gasolina)
Torque 14,3 kgfm a 4000 rpm
Dimensões Comprimento 3,884 m, largura 1,695 m, altura 1,51 m, entreeixos 2,46 m
Peso em ordem de marcha 1008 kg
Tanque de combustível 45 litros
Porta-malas 270 litros
Veja ficha completa

O "Guru dos Carros", César Tizo se juntou ao time este ano e está à frente dos portais AUTOO e MOTOO. É o expert em aconselhar a compra de automóveis

César Tizo | http://www.jcceditorial.com.br/