O novo Toyota Prius não é muita novidade. Já vimos imagens e até mesmo vídeos do híbrido da marca japonesa. Agora, entretanto, o lançamento do modelo foi oficializado pela montadora durante os primeiros dias do Salão do Automóvel de Detroit, que está ocorrendo nos Estados Unidos até 25 de janeiro.

O automóvel ganhou mais espaço e ficou mais silencioso do que sua geração anterior. Entre as principais novidades, podemos destacar o novo teto corrediço com painéis solares, três modos de condução e o sistema de Assistência Inteligente de Estacionamento (IPA), realizando manobras com a mínima interferência do motorista, que, por sua vez, se limita apenas a controlar o acelerador e o freio.

A motorização também é novidade no novo Prius. O modelo conta, agora, com um propulsor 1.8 VVT-i, que gera 98 cv de potência e substitui o 1.5 litro, que equipava o modelo desde 2004. Mesmo com maior capacidade volumétrica, o novo motor tem menor consumo de combustível.

O já conhecido Sistema de Condução de Sinergia Híbrida do Prius 2010 passou por uma reforma quase total, com 90% de seu projeto remodelado em relação à versão anterior. As três opções de condução são o Modo EV-Driver (deslocamento do carro somente com a utilização do motor elétrico, em baixa velocidade por aproximadamente 1,6 km), o Modo Power (aumenta a participação do motor a gasolina e incrementa a sensibilidade do acelerador, convidando para uma tocada mais esportiva) e o Modo Ecológico (permite ao condutor obter o menor consumo de combustível, priorizando a atuação do motor elétrico).

A nova geração do híbrido lançado em 1997 consegue fazer 21,1 km/l de consumo, número bem considerável no atual cenário de crise mundial e de preocupação com o meio ambiente.

Conheça os carros mais vendidos do Brasil nos últimos 10 anos

Redação

|