Veículo-robô estreia como entregador de pizza nos EUA

Experiência-piloto com o carro autônomo Nuro R2 está sendo realizada em Houston em parceria com a famosa rede Domino's Pizza
O Nuro R2, veículo autônomo que faz entregas para a Dominos Pizza nos EUA

O Nuro R2, veículo autônomo que faz entregas para a Dominos Pizza nos EUA | Imagem: Divulgação

Imagine a surpresa ao ir buscar sua pizza em frente de casa e encontrar um pequeno veículo estacionado sem ocupantes. O logotipo estampado da famosa Dominos Pizza já adianta que se trata do seu pedido, feito por meio do celular, mas não há qualquer entregador ali.

Em vez disso, a miniatura de van abre duas tampas laterais e eis que sua pizza está lá dentro, quentinha e pronta para ser consumida. Parece cena de ficção científica, mas virou realidade nesta semana em Houston, no estado americano do Texas.

O veículo em questão é o R2 que, apesar do nome familiar, não tem nada a ver com Star Wars. Trata-se de um modelo autônomo desenvolvido pela startup Nuro, que é especializada em entregas que dispensam motoristas.

O projeto piloto foi lançado em parceria com a Dominos em uma de suas unidades para avaliar o R2 como entregador de pizzas - desde que o cliente concorde, é claro. Para receber a visita do veículo autônomo é necessário realizar o pagamento antecipado via smartphone e então acompanhar pelo aplicativo a pizza a caminho do seu endereço.

Para destravar o acesso ao interior do veículo é preciso inserir uma senha enviada pela pizzaria na tela do painel do R2. Por enquanto, as duas empresas pretendem entender melhor como os clientes interagem com o veículo robótico a fim de aprimorar seu funcionamento.

Painel onde pode ser feita a inserção do PIN para liberar a entrega
Painel onde pode ser feita a inserção do PIN para liberar a entrega
Imagem: Divulgação

Sem gorjeta

A Nuro foi fundada em 2016 por engenheiros que desenvolviam o carro autônomo do Google. Desde então, a empresa investe em tecnologias focadas em entregas de produtos, um mercado com enorme potencial sobretudo nos últimos meses com o crescimento do e-commerce.

Inicialmente, a Nuro utilizou modelos Toyota Prius adaptados para rodarem de forma autônoma a fim de testar o conceito. Em 2018, ela apresentou o R1, seu primeiro veículo robô, que serviu como aprendizado na criação do R2, lançado no ano passado.

Além de pizzas, os veículos da Nuro estão sendo usados para transporte de medicamentos com a rede de farmácias CVS, mas as perspectivas são promissoras à medida que o serviço ganhe confiabilidade e escala.

Sinal disso é que o NHTSA, uma espécie de Denatran dos EUA, concedeu à Nuro a aprovação para utilizar até 5.000 veículos R2 em vias públicas por dois anos.

Velocidade máxima de 40 km/h

O R2 é um veículo de dimensões compactas, com 2,74 m de comprimento, apenas 1,1 m de largura e altura de 1,86 m, graças à torre que acomoda as câmeras 360º, os sensores de calor e de distância por laser e um radar.

Entre as principais características do R2 estão a baixa velocidade, de apenas 40 km/h, e o fato de o veículo ter sido concebido para reduzir acidentes, com superfícies macias no exterior e uma carroceria com um formato que minimiza o impacto com pedestres.

A Nuro afirma que o R2 tem a capacidade de se auto sacrificar, ou seja, numa situação de risco com humanos ele prioriza o exterior em detrimentos do seu conteúdo. Com peso máximo de 1.150 kg, o carrinho-robô pode transportar 190 kg de carga em seu compartimento climatizado.

As principais característicasdo Nuro R2 (em inglês)
As principais característicasdo Nuro R2 (em inglês)
Imagem: Divulgação

Sinal de que o futuro das entregas passa pelos veículos autônomos é que a Nuro já obteve altas cifras em investimento de bancos e financiadores. E de que o trabalho de entregador pode estar com os dias contados, ao menos em países como os EUA.

Fica a pergunta: será que o R2 aceita gorjeta também?