VW Jetta híbrido começa a ser vendido

Modelo estreia em mercados da Europa e EUA; sedã roda 19 km/l de gasolina

Volkswagen Jetta Hybrid | Imagem: Divulgação

Lançado no Salão de Detroit, nos Estados Unidos, em janeiro deste ano, o Jetta Hybrid enfim foi lançado. A Volkswagen iniciou nesta semana as vendas do sedã com motorização alternativa na Europa, onde começa em € 31.300 (cerca de R$ 84.300), e nos EUA, por US$ 16.675 (R$ 34.700) – o sedã é fabricado do México.

A combinação do motor 1.4 turbo de 150 cv com o bloco elétrico com mais 27 cv permite ao Jetta, conforme números da montadora, percorrer em média 19 km por litro de gasolina consumido. Já as baterias de lítio são recarregadas pelo propulsor térmico e os freios regenerativos.

Outros recursos do carro que contribuem para o baixo consumo são o câmbio DSG com sistema de dupla embreagem, pneus de baixa resistência a rolamento e alterações na parte aerodinâmica para reduzir a força de arrasto da carroceria.

Veja mais: Jetta híbrido bate recorde de velocidade

Toda operação da motorização híbrida é automática. O motor elétrico do Jetta Hybrid atua mais como um “ajudante” do bloco a gasolina, fornecendo força extra em situações de aceleração. Quando funciona de forma isolada, a propulsão elétrica permite ao sedã atingir até 71 km/h e percorrer somente 2 km.

Apesar das facilidades de importação de veículos mexicanos, que chegam ao Brasil livres de taxas de exportação, a divisão nacional da VW ainda não revela se o Jetta Hybrid também será vendido no País. O modelo atual, com motor 2.0 8V flex e câmbio manual, começa em R$ 61.172.

Assine a newsletter semanal do AUTOO!