A revista alemã Manager Magazin traz hoje uma reportagem que pode matar do coração muitos italianos. Segundo a publicação, Ferdinand Piech, CEO do Grupo Volkswagen, não estaria interessado na Alfa Romeo, como fora anteriormente especulado; seu interesse real se debruça sobre a Ferrari. A suposta aquisição seria mais um passo rumo ao objetivo da Volkswagen de se tornar a número 1 no ranking mundial, desbancando a Toyota.

Ainda de acordo com a Manager Magazin, a VW teria dinheiro para comprar a Ferrari: dona de um patrimônio de US$ 27 bilhões, a alemã compraria com certa folga a italiana, que atualmente vale em torno de US$ 4,8 bilhões. A questão gira em torno da improvável venda por parte da Fiat, que abriria mão de sua mais rentável marca. Até mesmo a Alfa Romeo já foi descartada para venda segundo Sergio Marchionne, CEO do grupo italiano. Outro ponto que deve ser analisado é a capacidade da VW de administrar tantas marcas esportivas, como Porsche, Bugatti e Lamborghini. Vale lembrar que a General Motors tomou caminho parecido em décadas anteriores e recentemente se desfez de muitas marcas anteriormente adquiridas.

Conheça os carros mais vendidos do Brasil nos últimos 10 anos

Rodrigo Mora

|