Sob domínio da General Motors, a Saab quase fechou as portas. Quando quis se desfazer da marca sueca, a montadora norte-americana negociou sua venda para a também sueca Koenigsegg, que meses depois desistiu da compra. Logo depois, a holandesa Spyker, que fabrica esportivos artesanais, se interessou, desistiu, e em seguida fechou a aquisição por US$ 74 milhões.

O casamento com a Spyker só rendeu bons frutos para a Saab, que renasceu das cinzas e deu continuidade a seus projetos. Agora, a Spyker anuncia a venda de sua divisão de esportivos para, justamente, focar seus investimentos na marca sueca. Uma das maiores apostas da Saab será o 9-4X, utilitário esportivo que já teve sua produção iniciada no México e é um dos grandes candidatos a estrear as operações da fabricante por aqui, que confirmou seu desembarque no Brasil para 2011.

Rodrigo Mora

|

Veja mais notícias da marca