Os Fiat Uno com escada no teto ficaram famosos pela velocidade que atingem justamente porque os profissionais que trabalham com instalação de linhas telefônicas e serviços de TV por assinatura usam o compacto da para ir de um ponto a outro quase sempre com muita pressa... 

O que não podíamos imaginar era que um Uno realmente alcançaria velocidades absurdas. O hatch de primeira geração participa de corridas de arrancada na Europa com um motor 1.5 turbo de outro clássico italiano, o Lancia Delta. O motor foi alterado para deslocar 1,6 litro e suportar até 9.000 rpm, o que o faz produzir 600 cv de potência. Sim, estamos falando de um motor 1.6 que entrega 600 cv!

Toda essa potência é direcionada apenas para o eixo dianteiro, enquanto os carros de drag race (arrancada) são normalmente modificados para terem largos pneus e tração no eixo traseiro, com pneus pequenos e finos na dianteira.

Em uma corrida recente, no qual o limite eram 400 metros, o Uno preparado levou apenas 9,4 segundos para cumprir a prova, atingindo 258 km/h de velocidade máxima. Ver qualquer carro atingir essa velocidade antes de 10 segundos já é impressionante. Quando se vê um Uno laranja fazer o que um superesportivo pode fazer, é inacreditável. Para se ter noção, o McLaren GT lançado semana passada vai de 0 a 200 km/h em 9 segundos.

Se tivesse algo que pudesse ser mudado nesse pequenino italiano seria a tração: uma integral, com ótimos pneus nas quatro rodas e centro de gravidade mais baixo, certamente o faria um excelente carro de corrida. E, para nossa sorte, ele só disputa corridas em circuito fechado, não nas ruas. Confira o "Super Uno" em ação no vídeo abaixo: 

Vinicius Montoia

Formado pela PUC-SP em jornalismo, Vinicius já atua no setor automobilístico desde 2013. É criador do canal Narração Esportiva do Youtube, projeto que conta a história dos maiores narradores esportivos do país

Vinicius Montoia | https://www.youtube.com/channel/UC2lKRtZdmSdMRJZ8Pim78Fw