O parque temático da Ferrari, Ferrari World, abriu ontem as suas portas aos jornalistas especializados. A inauguração oficial para o público ficou marcada para o dia 4 de novembro, uma semana antes do GP de Abu Dhabi, nos Emirados Árabes. O adiamento ocorreu por conta da morte do sheik Saqr bin Mohammed Al Qasimi. O complexo também abriga o circuito de F1. O valor do ingresso para conhecer o complexo turístico é de US$ 60, algo em torno de R$ 105 – vale lembrar que o valor do ingresso para visitar a 26ª edição do Salão do Automóvel é de R$ 40.

Uma das principais atrações do parque da Ferrari é a montanha-russa, denominada de Formula Rossa. Ela é considerada a mais rápida do mundo, registrando uma velocidade máxima de 250 km/h. Um detalhe interessante do brinquedo é que a aceleração de 0 a 100 km/h é feita em 2 segundos, levando a sensação de 1,7 Gs de aceleração.

Com uma cobertura de 200 mil metros quadrados, uma área total de 86 mil metros quadrados e um valor estimado em US$ 40 bilhões, o Ferrari World é o maior parque de diversões coberto do mundo. Há atrações para aqueles que gostam de Ferrari, mas que não querem sentir tanta “adrenalina”. São cinemas, sendo alguns em 3D, e um brinquedo que leva você para dentro de um motor V12. Outra diversão imperdível é a que permite ao visitante a condução de um Ferrari 250 California Spyder.

Conheça os carros mais vendidos do Brasil nos últimos 10 anos

Redação

|