A Fiat não quer mesmo passar em branco a comemoração dos seus 120 anos de idade. Além das séries especiais para a gama 500 na Europa, a montadora italiana preparou um conceito muito interessante para o Salão de Genebra neste ano.

Chamado de Fiat Concept Centoventi (cento e vinte em italiano, uma referência à efeméride), o modelo elétrico promete se basear nas raízes da Fiat de oferecer mobilidade acessível a um maior número de pessoas e foi concebido com soluções muito inovadoras. A premissa da marca foi a de mostrar sua solução para um carro elétrico “popular”, ou seja, “fácil de limpar, reparar e manter, com risco inferior de danos e menores custos de propriedade”, explica a fabricante.

Mesmo com dimensões compactas – o conceito mede 3,68 m de comprimento por 1,74 m de largura e 2,43 m de entre-eixos – o Concept Centoventi transparece oferecer um bom nível de espaço interno como podemos ver nas fotos (clique na imagem principal para acessar a galeria). A distribuição das baterias é um dos pontos onde o conceito começa a demonstrar o brilhante trabalho de engenharia que permeou o projeto.

Segundo a Fiat explica, “o carro vem de fábrica com uma bateria para 100 km. Mas se for necessário maior capacidade, poderão ser adquiridas ou alugadas até três baterias adicionais, oferecendo um aumento de 100 km cada. As baterias extra são instaladas por debaixo do piso do veículo, nas concessionárias. Um trilho deslizante que suporta e conecta as baterias torna a instalação ou remoção mais fácil e rápida. Também pode ser disponibilizada uma bateria adicional, que pode ser montada por debaixo do assento; esta pode ser desconectada e carregada diretamente pelo usuário do carro em casa ou na garagem, tal como a bateria de uma bicicleta elétrica moderna. A capacidade total que pode ser alcançada é de 500 km”.

Para não comprometer o comportamento do carro independente do número de baterias escolhido, o Centoventi foi desenhado com o centro de rolamento exatamente entre os eixos, e o posicionamento das baterias por debaixo do centro de gravidade do carro significam que a distribuição do peso e a condução não são alteradas independentemente do número de baterias instaladas. O sistema de freios está dimensionado de forma a garantir a máxima desaceleração mesmo quando o veículo se encontra totalmente carregado.

Até mesmo na hora de carregar o Centoventi o time de engenharia da Fiat Chrysler foi além e trabalhou em soluções originais. Uma tomada de carga múltipla está localizada na parte inferior do para-brisas. Trata-se, mais especificamente, de um cabo alojado sob a guarnição, que elimina a necessidade de existência de uma cavidade para inserir cabos na mala e que, devido à sua posição central, fica equidistante dos pontos de carregamento de cada lado, ou pode funcionar como um distribuidor para vários veículos em caso de partilha energética. A tomada acende no escuro e pode ser utilizada como uma lanterna elétrica e dispositivo de remoção de gelo do para-brisas.

Na parte externa, a Fiat em parceria com a Mopar, braço de personalização e acessórios da FCA, criaram mais conceitos bem interessantes para o Centoventi. O mais relevante deles no que diz respeito ao visual é a ideia de “tela em branco” para a carroceria, que confere ao consumidor do carro um nível de singularidade para seu carro raramente visto em um modelo de alto volume de produção. No caso do Centoventi, os eventuais proprietários podem escolher entre quatro opções de tetos, quatro tipos de para-choques, quatro estilos de calotas e 4 caracterizações externas, no caso a cor da carroceria como um todo, que, após definida, é aplicada ao carro por um processo de envelopamento realizado na concessionária.

Interessante que na parte interna, capaz de acomodar quatro pessoas, o Centoventi conta com diversas aberturas onde podem ser encaixados muitos componentes adicionais de vários formatos e funções, graças ao sistema de montagem interligado patenteado, tal como os famosos blocos da Lego. Além disso, alguns acessórios de estrutura simples, como porta-copos ou porta-documentos, por exemplo, podem ser impressos numa impressora 3D, em casa, na concessionária ou em uma loja especializada em impressão.

Até o banco do Centoventi traz inovações, como é o caso inovador plástico produzido pela utilização de um processo exclusivo e patenteado, envolvendo uma nova fórmula que utiliza resinas poliolefínicas. O resultado final é um material três vezes mais leve do que outros plásticos moldáveis, como espumas, e, além disso, é pintado diretamente no lote. Assim, ele não apresenta camada externa, tem aparência atraente e é macio ao tato. Além disso, este inovador plástico é antimicrobiano, resistente aos raios UV e completamente lavável. Ele também pode ser pintado numa infinita variedade de cores, incluindo metalizadas e peroladas ou com pigmentos claros ou mais carregados.

O painel de instrumentos do Centoventi contempla duas soluções: a primeira faz do smartphone o coração do sistema, em combinação com a tela principal de 10”, enquanto a segunda opção, mais tradicional, exibe uma segunda tela integrada de 20. Na primeira opção, sem custo extra, os condutores podem pendurar o telefone celular ou tablet no painel para navegar, ouvir música, receber e enviar mensagens etc.

Quem procurar uma opção mais tradicional pode, por outro lado, optar pelo painel de instrumentos "Lingotto", um sofisticado dispositivo completamente digital de 20”, envolto por um suporte cujo design evoca a histórica fábrica da Fiat em Turim. O dispositivo "Lingotto" integra as funções de assistência ao condutor e segurança, tais como indicador de direção, alerta de pontos cegos, sistema de freios e estado de carga da bateria. O painel digital mais completo também dispõe de um dispositivo adicional para exibir as mensagens a quem partilha o automóvel.

O Fiat Concept Centoventi sairá de fábrica como um conversível, podendo ser fechado com uma capota personalizável de acordo com uma das soluções disponíveis: capota bicolor de policarbonato, de lona, compartimento de carga integrado e até um teto com um inovador painel solar. Nesse caso, os 50 Watts gerados pelo painel solar irão manter fresco o interior do veículo quando estiver estacionado e dar energia a um dispositivo digital alojado sob a tampa traseira.

Em seu comunicado para a imprensa, a Fiat afirma que o derivado do Concept Centoventi será o carro elétrico mais barato do mercado graças ao conjunto modular de baterias. A fabricante também deseja tornar o modelo amplamente aplicável em frotas comerciais, assim como de sistemas de compartilhamento com outros usuários. A Fiat só não informou, contudo, quando o Centoventi ou seu derivado chegará efetivamente ao mercado. Pela dedicação com que a marca criou o modelo, certamente não vai demorar muito para que ele comece a rodar ao menos na Europa.

César Tizo

O "Guru dos Carros", César Tizo se juntou ao time este ano e está à frente dos portais AUTOO e MOTOO. É o expert em aconselhar a compra de automóveis

César Tizo | http://www.jcceditorial.com.br/