Aos 60 anos, fábrica da VW em SBC será responsável por uma novidade importante

Primeira fábrica da Volkswagen fora da Alemanha, planta na Grande São Paulo completa seis décadas com muita disposição
Esquete do New Urban Coupé: linhas assinadas pelo designer brasileiro José Carlos Pavone

Esquete do New Urban Coupé: linhas assinadas pelo designer brasileiro José Carlos Pavone | Imagem: Divulgação

Completando seis décadas de sua inauguração, a fábrica de São Bernardo do Campo (SP) da Volkswagen está prestes a ficar mais relevante do que nunca na história da marca. A planta será o local de produção do conceito “New Urban Coupé”, que dará origem à variante com estilo mais esportivo do SUV de entrada da marca: o T-Cross. O nome ainda não confirmado da novidade deverá ser T-Sport.

O novo SUV utilizará a plataforma MQB-A0, utilizada por Polo e Virtus também fabricados por lá. No entanto, ao contrário do T-Cross, que utiliza o entre-eixos do Virtus, o T-Sport terá o entre-eixos mais curto, igual ao do Polo, mas com uma traseira mais comprida. O projeto desse novo SUV cupê foi desenvolvido no Brasil, mas o possível T-Sport também será fabricado na Europa.

Um pouco da história da fábrica de São Bernardo do Campo

Conhecida como fábrica Anchieta, a planta no ABC paulista foi a primeira unidade produtiva da Volkswagen fora da Alemanha e começou a fabricar modelos em 1957, mas foi inaugurada oficialmente em 1959. Somente naquele ano, foram emplacadas mais de oito mil unidades do Fusca, um dos primeiros modelos feitos por lá juntamente à Kombi. Número quatro vezes maior que as duas mil unidades registradas no período entre 1953 e 1957, quando o Fusca era montado no bairro do Ipiranga, na capital paulista, com peças importadas.

Em 2002, a fábrica passou por uma grande reformulação, dessa vez para produzir o Polo, projeto que naquela época era global e exigiu investimentos de R$ 2 bilhões para equipá-la com mais robôs e viabilizar os processos de solda a laser e pintura automatizada.

Para 2017, a fábrica Anchieta recebeu mais investimentos, dessa vez para produzir a nova geração do Polo e seu sedã, o Virtus. Os dois inauguraram na planta a utilização da plataforma MQB-A0, uma variante simplificada do sistema modular global de produção da Volkswagen. Então, para meados de 2020, a unidade começará a fabricar também o novo SUV cupê. Desde sua inauguração, a fábrica Ancheita já acumulou mais de 14 milhões de veículos produzidos.

Acima a fachada da unidade Anchieta, sede da VW no Brasil que completa 60 anos
Acima a fachada da unidade Anchieta, sede da VW no Brasil que completa 60 anos
Imagem: Divulgação

Assine a newsletter semanal do AUTOO!