Confirmado: VW terá um SUV com estilo cupê no Brasil

Modelo deverá ser lançado em maio de 2020, complementa site; saiba mais detalhes
Esquete do New Urban Coupé: linhas assinadas pelo designer brasileiro José Carlos Pavone

Esquete do New Urban Coupé: linhas assinadas pelo designer brasileiro José Carlos Pavone | Imagem: Divulgação

A Volkswagen realizou uma série de anúncios relevantes nesta quinta-feira (29) aproveitando a visita do Governador de São Paulo, João Doria, à sede da fabricante em Wolfsburg, Alemanha. Doria também estava acompanhado de Henrique Meirelles, Secretário da Fazenda do Estado de São Paulo e Orlando Morando, Prefeito de São Bernardo do Campo. A comitiva foi recepcionada por Ralf Brandstätter, COO (Chief Operating Officer/diretor de operações) mundial da marca Volkswagen, e Pablo Di Si, presidente e CEO da Volkswagen América Latina.

O encontro serviu para delinear parte o caminho do mais recente ciclo de investimentos da fabricante alemã no país, que totalizará R$ 7 bilhões. Desse total, cerca de R$ 5 bilhões serão direcionados para as fábricas da montadora instaladas no Estado de São Paulo sendo que, para as novidades que serão apresentadas ainda no biênio 2019-2020, as unidades paulistas receberão investimentos da ordem de R$ 2,4 bilhões.

Modelo há muito tempo cogitado nos bastidores, a Volkswagen finalmente tornou oficial que vai oferecer no Brasil um SUV com a silhueta cupê. Chamado pela marca de New Urban Coupé, a novidade foi completamente desenvolvida no Brasil e o resultado agradou tanto a matriz que também chegará ao mercado europeu, com produção local na Espanha.

“É a primeira vez que a Volkswagen do Brasil irá exportar o conceito de um novo veículo desenvolvido 100% no país e que terá abrangência global. É a globalização da tecnologia e do conhecimento desenvolvidos no Brasil. Um carro que representará um novo segmento, com novidades que certamente irão atrair e conquistar ainda mais clientes para a marca Volkswagen. É o conceito New Urban Coupé, com design que traz esportividade aliada a uma posição de dirigir mais elevada. É uma receita única no segmento que ele irá ocupar. Será a democratização de um estilo hoje oferecido apenas em modelos de segmentos premium”, declarou Pablo Di Si em comunicado distribuído pela montadora alemã.

De acordo com apuração do UOL Carros, em matéria assinada pelo jornalista Ricardo Ribeiro, o modelo definitivo chegará ao mercado brasileiro em maio de 2020.

Como já noticiamos no Autoo, a futura novidade da VW no Brasil será produzida na unidade Anchieta, onde hoje são produzidos o Polo, Virtus e a Saveiro. A fábrica recebeu um novo conjunto de prensas (PXL), que garante maior produtividade e qualidade para abastecer as linhas de montagem, explica a fabricante. Com o novo equipamento, serão produzidas quatro vezes mais peças por minuto na comparação com a linha de prensas anterior. A troca das ferramentas de estampagem, que mudam dependendo do veículo ou da peça a ser produzida, também é reduzida de 45 para 5 minutos apenas. A Volkswagen acrescenta que a viabilização do quarto produto na unidade Anchieta só foi possível graças a um acordo coletivo com os empregados, por meio do sindicato dos metalúrgicos do ABC.

Além do futuro New Urban Coupé, que, segundo rumores, deverá adotar a designação T-Sport, o modelo também vai ser o responsável por estrear uma nova central multimídia da marca, totalmente desenvolvida no Brasil. Cerca de 50 engenheiros trabalharam no projeto que será exportado a partir do Brasil e também estará em outras linhas de montagem pelo mundo. A Volkswagen antecipa apenas que “o novo infotainment traz usabilidade intuitiva e alto nível de conectividade e personalização”.

“Para reforçar o desenvolvimento de novos produtos, na área de Engenharia e Design foram contratados 100 profissionais que se somaram aos 850 existentes, ampliando a capacidade técnica para a criação de veículos e tecnologias. Essas contratações, somadas às que ocorreram recentemente nas linhas de montagem, totalizam 500 novas posições”, revela a VW.

“Na fábrica de motores de São Carlos haverá a duplicação de sua linha de usinagem de virabrequins, de mil para duas mil unidades diárias. Além dessa ampliação, os investimentos também tiveram como foco a flexibilização das linhas de montagem de motores. A fábrica tem forte atuação na exportação de componentes. Alguns exemplos são o envio de 2.350 cabeçotes para a fábrica de Chemnitz, na Alemanha, e um contrato com o México que, desde 2017, foi destino de mais de 200 mil motores que equipam veículos enviados para o mercado norte-americano”, complementa o comunicado da marca.

Pela presença da palavra Urban no conceito que vai balizar o futuro modelo nacional da VW, podemos depreender que trata-se de um modelo destinado ao uso urbano, portanto com dimensões compactas. A novidade, portanto, deverá ter porte semelhante ou menor em relação ao T-Cross, talvez oferecendo preços mais convidativos. De acordo com informações dos bastidores, é provável que a novidade ofereça sob o capô os propulsores 1.0 TSI e 1.6 16V, o segundo figurando nas opções mais acessíveis da novidade. De qualquer forma, pelo bom pacote que deverá oferecer, é um modelo que vale a pena a espera.

 

Projeção de Kleber Silva acerca do futuro Volkswagen T-Sport
Projeção de Kleber Silva acerca do futuro Volkswagen T-Sport: nome não oficial é ventilado nos bastidores
Imagem: Kleber Silva

Assine a newsletter semanal do AUTOO!