Após reoneração parcial, gasolina sobe, em média, R$ 0,41 no Brasil

Constatação é da Fipe e da empresa de meios de pagamento Veloe
Aumento da gasolina superou estimativa do Ministério da Fazenda

Aumento da gasolina superou estimativa do Ministério da Fazenda | Imagem: Agência Brasil

Anunciada no último dia útil de fevereiro, a renoneração parcial de impostos sobre a gasolina e o etanol já é sentida no bolso dos brasileiros. 

Segundo dados revelados nesta segunda-feira (6) pela Fipe e a Veloe, a gasolina registrou um aumento médio de R$ 0,41 no país com a volta dos tributos. 

A pesquisa foi realizada dois dias após a reoneração parcial dos combustíveis e foi realizada pela Fipe considerando uma base de dados de transações oferecidas pela Veloe. 

A média, portanto, supera o que foi previsto pelo Ministério da Fazenda, o qual estimava uma alta de R$ 0,34 no preço da gasolina nas bombas e de R$ 0,02 no caso do etanol. 

Com a reoneração parcial, as alíquotas de PIS/Cofins subiram para R$ 0,47 por litro no caso da gasolina e para R$ 0,02 no caso do litro de etanol. 

Por força de uma emenda constitucional, a diferença dos tributos entre a gasolina e o etanol deve ficar em R$ 0,45, estimulando, com isso, o uso do biocombustível. 

César Tizo

O "Guru dos Carros", César Tizo se juntou ao time este ano e está à frente dos portais AUTOO e MOTOO. É o expert em aconselhar a compra de automóveis

Recomendados por AUTOO

Youtube
RAM Rampage Laramie a diesel

RAM Rampage Laramie a diesel

Será que ainda é vantajoso ter picape com motor turbodiesel?
Aviação
Força Aérea Brasileira confirma: quer caças F-16 dos EUA

Força Aérea Brasileira confirma: quer caças F-16 dos EUA

Mas nega que isso possa atrapalhar operação dos novos Gripen suecos
MOTOO
A partir de R$ 8,5 mil: motos Shineray, Honda e Yamaha

A partir de R$ 8,5 mil: motos Shineray, Honda e Yamaha

Lista reúne as 10 motos mais baratas do Brasil em maio de 2024. Descubra as opções