BMW i3 já roda em solo brasileiro

Primeiro elétrico da marca alemã faz testes de rodagem em São Paulo; lançamento acontece no segundo semestre

BMW i3 | Imagem: Divulgação

Desde a última quarta-feira (26), um novo modelo da BMW passou a circular pelas ruas do Brasil. Trata-se do i3, primeiro modelo elétrico de série da marca bávara, que começou a rodar em São Paulo como parte do programa de preparação para o seu lançamento no Brasil. O carrinho de visual futurista chega às lojas no segundo semestre deste ano.
 
“O BMW i3 é uma referência no que diz respeito à mobilidade urbana, oferecendo alta tecnologia, conforto e agilidade com emissão zero de poluentes. Nosso objetivo é chegarmos ao mercado brasileiro preparados para agradar aos nossos futuros clientes e, para isso, uma das estratégias é realizarmos testes com o modelo em ruas e rodovias brasileiras”, diz Carlos Cortes, gerente de vendas e marketing da BMW i.

O AUTOO teve oportunidade de rodar com o carrinho de tração traseira na Alemanha e constatamos que ele é mesmo muito interessante. Começando pela plataforma diferenciada, o modelo é constituído por dois módulos: o superior, batizado de Life, consiste numa célula de passageiros de alta resistência feita de plástico reforçado com fibra de carbono (CFRP); enquanto o módulo inferior, chamado Drive é uma construção de alumínio que agrega o sistema de suspensão, componentes estruturais e de impacto.

Para mover o i3, uma bateria de íons de lítio alimenta um motor elétrico de alta densidade - de apenas 50kg -, que fica acoplado ao eixo traseiro e ao conjunto de transmissão elétrica. Segundo a marca, este conceito compensa o peso extra bateria, deixando o i3 com 1.195 kg.
 
O conjunto produz respeitáveis 170 cavalos de potência e torque imediato de 25,49 kgfm, números que fazem com que o 0 a 100 km/h seja cumprido 7,2 s, segundo a marca.
 
A BMW divulga que a autonomia fica na casa dos 130 a 160 km. No entanto, se utilizados os modos de condução ECO PRO e ECO PRO-, a autonomia pode ser aumentada em até 40km. Para auxiliar na autonomia, a montadora disponibilizará em uma das versões um motor à combustão interna de dois cilindros, 650cc (34hp), responsável por gerar energia para a bateria. Com este upgrade, o alcance do elétrico chega a aproximadamente 300 km.

Assine a newsletter semanal do AUTOO!