C4 Cactus para PCD estreia até o fim deste ano

SUV é uma grande aposta da Citroën para viver novos tempos no Brasil
Citroën C4 Cactus 2019

Citroën C4 Cactus 2019 | Imagem: Divulgação

A Citroën faz questão de destacar que o C4 Cactus nacional é talvez um de seus lançamentos mais importantes já realizados em nosso país – e não faltam motivos para isso.

A novidade é fruto de um investimento de mais de R$ 500 milhões feitos pelo grupo Peugeot Citroën para adaptar o C4 Cactus ao nosso mercado e também preparar a planta de Porto Real, no Rio de Janeiro, para fabricar a novidade a partir de agora.

Além de um bom conjunto, o SUV compacto da Citroën chega ao mercado com um custo-benefício agressivo, bom pacote de equipamentos e um visual caprichado e bem singular dentro da categoria, algo típico dos franceses.

De olho em uma fatia de mercado cada vez mais relevante, a Citroën vai oferecer uma versão especial do C4 Cactus para o público de Pessoas com Deficiência (PCD) que realizam a compra com isenção.

Segundo o Autoo apurou com Antoine Gaston-Breton, diretor de marketing das marcas Peugeot, Citroën e DS no Brasil, o C4 Cactus começará a ser oferecido ao público PCD a partir de outubro, mês em que as vendas começarão de forma efetiva nas concessionárias da marca. Para atender esse público, o C4 Cactus terá uma versão especial chamada Feel Business, nomenclatura que segue o padrão da marca para vendas diretas.

Baseada na configuração intermediária do SUV, o C4 Cactus Feel Business contará com o motor 1.6 16V aspirado de até 118 cv com etanol e 16,1 kgfm de torque associado ao câmbio automático de 6 marchas.

Segundo a ficha técnica da Citroën, a versão do C4 Cactus destinada ao público PCD sairá de fábrica com itens como regulador e limitador de velocidade, controles de tração e estabilidade, central multimídia com câmera de ré, Apple CarPlay e Android Auto, trio elétrico, rodas de liga leve aro 17”, dentre outros. Com isso, o C4 Cactus para PCD entrega um ótimo pacote em especial ao respeitar o teto de R$ 70.000.

De acordo com Gaston-Breton, a Citroën espera registrar, em 2019, um volume em torno de 20 mil unidades comercializadas do C4 Cactus ao longo do ano, cabendo ao SUV compacto dobrar o volume de vendas da marca no país. Certamente a versão PCD poderá ajudar nessa meta.  

Questionado sobre um retorno do C4 Lounge em sua versão Live, pensada para atender o público PCD, o executivo da Citroën antecipa que não está nos planos da fabricante voltar a oferecer o sedã nessa configuração. Portanto, caberá ao C4 Cactus atender ao público PCD daqui em diante.  

Assine a newsletter semanal do AUTOO!