Camaro 2012 é aprovado em crash-test

Musclecar da GM recebe pontuação máxima em testes de segurança nos EUA

O estrago no Camaro após a batida | Imagem: NHTSA

A NHTSA, o respeitado órgão de segurança veicular dos Estados Unidos, apertou ainda mais seus procedimentos de testes de colisão, os também chamados crash-tests. Com as novas regras da entidade, em vigor desde o início deste ano, vem sendo difícil para os carros obterem as tão sonhadas 5 estrelas. O Chevrolet Camaro 2012 conseguiu.

O musclecar da GM recebeu a “pontuação perfeita” da entidade nos ensaios de colisões frontais e laterais e de capotamento, baseado em cálculos. Até o momento, somente os Kia Optima e Honda Accord alcançaram o índice.

Segundo a entidade, os impactos laterais são executados por uma barreira a velocidade de 63,2 km/h, ao passo que o crash-test frontal é realizado com o veículo a 56 km/h. O resultado deste impacto pode ser visto na foto acima. A NHTSA também valorizou o fato do carro vir prontamente equipado com airbags laterais e frontais, além de freios ABS e controles eletrônicos de tração e estabilidade, que ajudam na correção da rota do carro.

Nos EUA o assunto segurança é levado mais a sério pelo consumidor que busca um carro novo e resultados negativos podem atrapalhar bastante as vendas de um produto. Neste ponto então a Ford tem com o que se preocupar. O Mustang 2012 avaliado sob os mesmos parâmetros na NHTSA atualizados recebeu apenas quatro estrelas nos testes.

O Camaro vendido no mercado brasileiro ainda é parte da linha 2011, com pequenas diferenças em relação a gama mais recente à venda nos EUA. O modelo disponível no país é o SS, top de linha com motor 6.2 V8 de 406 cv.

Assine a newsletter semanal do AUTOO!