Carro movido a café bate recorde de velocidade na Inglaterra

Picape Ford com motor adaptado alcançou 110 km/h; Guiness acompanhou a façanha

O modelo conta com um gaseificador | Imagem: divulgação

Sabia que o cafezinho que você toma na padaria também pode ser usado como combustível para automóveis? Sim, isso é possível e até já existe. Nessa semana, inclusive, um carro desse tipo bateu um novo recorde de velocidade reconhecido pelo Guiness Book, o Livro dos Recordes.

Uma veterana picape Ford 1989 com motor adaptado para funcionar com resíduos do grão alcançou a velocidade máxima de 110 km/h em um campo de aviação em Manchester, na Inglaterra. O projeto foi elaborado e desenvolvido por conta própria pelo engenheiro britânico Martin Bacon.

O veículo funciona com um sistema gaseificador, que queima os grãos de café e como resultado gera gases combustíveis, como hidrogênio, metano e monóxido de carbono, que em seguida servem para alimentar um motor a combustão especialmente adaptado.

Segundo o criador do projeto, qualquer carro devidamente adaptado pode funcionar com sistemas de gaseificação de materiais orgânicos. O café é apenas um dos tantos materiais que podem ser usados. “Durante a Segundo Guerra Mundial, mais de 100 mil veículos rodavam com gaseificador no Reino Unido, incluindo automóveis e ônibus”, contou Bacon ao website Mail Online.

Assine a newsletter semanal do AUTOO!