Chevrolet mais vendido da China, Monza terá novos motores

Sedan com nome que fez sucesso no Brasil é o preferido dos chineses. Novos propulsores terão sistema híbrido leve
Acima o Chevrolet Monza atualmente vendido na China

Acima o Chevrolet Monza atualmente vendido na China | Imagem: Divulgação

Há pouco mais de um ano, a Chevrolet apresentou na China o novo Monza. Além de ter criado uma expectativa que não se confirmou sobre trazê-lo ao Brasil, a novidade se tornou o carro mais vendido da marca por lá. Desde março de 2019, o Chevrolet Monza conquistou mais de 140.000 garagens chinesas.

Para manter essa popularidade em alta por lá, apresentou mais opções de motorização para o Monza. Até mesmo o Onix Sedan chinês deverá receber novidades sob o capô. Para o primeiro, será introduzida tecnologia híbrida-leve para algumas versões, enquanto o segundo terá mais uma opção de motor aspirado.

Para o novo Chevrolet Monza, as opções de motorização serão 1.0 ou 1.3, ambos turbinados e tricilíndricos, com tecnologia híbrida-leve consistindo em conjunto compacto de baterias de 48V que auxiliará em funções como start/stop, arrancadas e para carregar o sistema elétrico do veículo. Respectivamente, os motores térmicos geram 125 cv e 163 cv.

Além dos motores turbinados, o Chevrolet Monza ainda pode ser equipado com um propulsor 1.5 de aspiração natural com quatro cilindros em linha. No total, o modelo contará com quatro versões dotadas de sistema híbrido-leve: RS, 1.0 ou 1.3, e Redline, também 1.0 ou 1.3. Os preços do Chevrolet Monza na China com estes novos motores partem de 108.900 yuans (cerca de R$ 89 mil na conversão direta).

Chevrolet Onix chinês também terá novo motor

Enquanto no Brasil, a linha do Chevrolet Onix conta com um motor 1.0 aspirado de três cilindros nas versões de entrada, o modelo chinês é oferecido com carroceria sedã apenas e sua oferta começa com o 1.0 turbo tricilíndrico de 125 cv, o mesmo do Monza. No entanto, a marca também apresentou um novo propulsor.

O Chevrolet Onix chinês a partir de agora contará com um novo motor 1.3 de três cilindros com comando de válvulas variável. Além disso, o propulsor terá tanto injeção multiponto de combustível quanto o sistema de injeção direta mais moderna. Assim, ele entregará 107 cv de potência e 13,2 kgfm de torque. O seu consumo declarado é de 20,8 km/l em uso misto entre cidade e estrada.

Acima as gamas Onix e Monza oferecidas na China
Acima as gamas Onix e Monza oferecidas na China
Imagem: Divulgação

Assine a newsletter semanal do AUTOO!