Chevrolet revela o novo Tracker 2017

SUV compacto ganhou visual atualizado, novos recursos e motor 1.4 Ecotec turbo, o mesmo do Cruze. Estreia ocorre até o final do ano
Chevrolet Tracker 2017

Chevrolet Tracker 2017 | Imagem: Divulgação

Depois de ser visto em testes há algumas semanas, a Chevrolet revelou oficialmente o novo Tracker 2017. O SUV compacto, fabricado no México, chegará às concessionárias da rede no final do ano, porém, marcará presença no Salão do Automóvel que ocorre a partir do dia 10 de novembro.

O novo Tracker traz na bagagem várias novidades, entre elas o motor 1.4 turbo Ecotec, o mesmo usado no Cruze 2017 e que é bicombustível – oferece até 155 cv de potência com etanol. Ele substitui o 1.8 aspirado, mas mantém a transmissão automática de seis velocidades. Mas agora o modelo passa a vir equipado com sistema Start-Stop, que desliga o motor em paradas mais longas.

OnStar

O estilo do novo Tracker é bem mais agradável que o anterior: os faróis mais afilados contam com luzes diurnas de LEDs e uma grade mais refinada além de um pára-choque mais pronunciado. As rodas são aro 18 possivelmente apenas na versão LTZ. A traseira recebeu leves mudanças se for mantido o design visto no exterior.

Por dentro, a GM diz que materiais foram trocados nos bancos e painéis, o sistema MyLink 2 foi incorporado (com conexão com Carplay e Android Auto) e haverá sistemas ‘anti-distração’ como alerta de saída de faixa. A montadora também segue o objetivo de equipar todos os seus modelos com o serviço OnStar, um concierge que dá dicas de lazer, ajuda na navegação e também monitora o veículo em caso de furto.

O Tracker conta também com teto solar, algo pouco comum no segmento. Hoje ele é apenas o 6º mais vendidos entre os SUVs compactos e pode perder mais uma posição para o Nissan Kicks, também mexicano como ele, mas que será nacionalizado no início do ano que vem.

Veja também: Por que vale a pena esperar pelo novo Tracker