Citroën C4 Cactus tem preços de R$ 69 mil a R$ 99 mil

Com seis versões, duas delas com câmbio manual, novo SUV nacional quer tirar marca francesa do ostracismo
Citroën C4 Cactus 2019

Citroën C4 Cactus 2019 | Imagem: Divulgação

A Citroën entrou na briga dos SUVs compactos, os famoso “jipinhos”. Segmento que mais cresce no Brasil tornou-se a salvação para muitas marcas, mas a fabricante francesa demorou para ganhar um produto no segmento, o C4 Cactus, lançado nesta terça-feira (28) – sua irmã Peugeot já vende o primo 2008 desde 2014.

Para compensar o tempo perdido, a Citroën decidiu ampliar ao máximo o leque de opções do modelo oferecendo seis versões com preços entre R$ 68.990 e R$ 98.990. São duas versões com câmbio manual e quatro com transmissão automática, duas delas equipadas com o motor THP 1.6 turbo de 173 cv.

Comparado ao Peugeot, com quem divide a linha de montagem em Porto Real (RJ), o C4 Cactus é maior: tem 2,6 m de entreeixos contra 2,542 m do 2008. É também mais longo (4,174 m contra 4,159 m), mas um pouco mais baixo (1,574 m contra 1,583 m) e estreito (1,714 m contra 1,739 m).

Ou seja, não se destacará nas ruas pela posição de dirigir elevada como alguns concorrentes. Como quase todo Citroën, o Cactus deve enfatizar itens modernos como o painel digital, a central multimídia de 7 polegadas, faróis com LEDs e alguns itens de segurança ativa como alerta de colisão, indicador de descanso e o sistema de frenagem automática (todos na versão Shine Pack, mais cara). Mas é no design que a marca vai apostar suas fichas como no estilo que lembra um “buggy” e nos protetores das laterais, os “airbumps”.

Do inferno ao céu

Para ampliar as possibilidades de vendas, no entanto, C4 Cactus terá de versões com rodas de aço a modelos com conteúdo premium. Veja quais são elas e seus preços:

Citroën C4 Cactus Live 1.6 manual – R$ 68.990

É a versão de entrada que traz rodas de aço, mas também luzes diurnas de LEDs, central multimídia de 7 polegadas com Carplay e Android Auto e barras de teto longitudinais.

Citroën C4 Cactus Feel 1.6 manual – R$ 73.490

A versão Feel manual troca as rodas de aço 16 polegadas por liga leve e 17 polegadas. Acrescenta câmera de ré, faróis de neblina, alarme, controle de cruzeiro e vidros elétricos um toque em todas as portas. Pelo acréscimo no preço é bem melhor do que a Live.

Citroën C4 Cactus Feel 1.6 automático – R$ 79.990

A Citroën deixou claro que essa é a versão que deve vender bem. Além de trocar o câmbio manual pelo automático de seis marchas (desejo de 10 em 10 clientes), ela traz controle de estabilidade e assistente de partida em rampa além de detector de pressão dos pneus. Seus rivais com esse pacote custam bem mais.

Citroën C4 Cactus Feel Pack 1.6 automático – R$ 84.990

Por mais de R$ 5 mil o cliente do Cactus acrescenta um bom pacote de itens: chave keyless, mais dois airbags, volante de couro, barras de teto flutuantes, sensores de chuva e crepuscular e rodas exclusivas.

Citroën C4 Cactus Shine 1.6 THP turbo automático – R$ 94.990

A Shine é para quem quer mais potência e torque além de algum desempenho na lama graças ao Grip Control, mesmo recurso do Peugeot 2008. Ah, sim, o interior é todo de couro.

Citroën C4 Cactus Shine Pack 1.6 THP turbo automático – R$ 98.990

É onde a Citroën acredita que possa tirar alguns clientes de SUVs acima de R$ 100 mil. A Shine Pack é meio que obrigatória se você quer motor turbo. Além de retrovisor eletrocrômico e seis airbags, ela é a única a vir equipada com os sistemas ativos de direção que incluem o indicador de descanso, alerta de atenção do condutor e de saída de faixa sem falar no sensor de colisão e sistema de frenagem automática.

Confira nossa avaliação do C4 Cactus nesta semana.

Com informações de César Tizo.