Citroën dá nova cara ao C3 europeu

Modelo oferecido no Velho Continente já está uma geração à frente do brasileiro. Agora, distância fica maior
Acima o novo Citroën C3 para o mercado europeu

Acima o novo Citroën C3 para o mercado europeu | Imagem: Divulgação

A Citroën revelou na Europa a linha 2020 do C3, que passou por uma reestilização. Uma geração à frente do modelo homônimo vendido no Brasil, a novidade deverá ter a comercialização iniciada apenas a partir do mês de junho no Velho Continente e os preços ainda não foram revelados.

Nas alterações externas, o facelift do C3 europeu agregou ao hatch uma barra cromada ao redor da grade e destacando a separação dos blocos de iluminação, com luzes diurnas em cima e os faróis principais abaixo. Falando em faróis, a iluminação auxiliar na porção mais inferior do para-choque agora recebeu um novo entorno pintado de branco.

Dependendo da versão, podem ser adicionados apêndices plásticos nas caixas de roda e o para-choque traseiro também foi retrabalhado. Os característicos “Airbumps”, borrachões instalados nas portas, também têm um novo desenho. Segundo a marca, foram introduzidas mais opções de customização da carroceria, fazendo com o que total passasse de 36 combinações possíveis para 97.

Por dentro, as versões mais completas do novo Citroën C3 também receberam novidades. A cabine agora pode ter um acabamento chamado de “Techwood”, combinando materiais macios ao toque com detalhes imitando madeira no painel. Os bancos também são novos e trazem tanto a espuma quanto o tecido diferenciados e similares aos usados pelos modelos maiores da marca, como C4 Cactus e C5 Aircross.

Em termos de motorização, estarão disponíveis propulsores a gasolina 1.2 de três cilindros, com opções de potência entre 82 cv e 108 cv, e um quatro cilindros turbodiesel entregando 98 cv. A marca faz questão de ressaltar que todos os propulsores atendem às normas Euro 6 de emissão de poluentes. Nem todas as opções de transmissão foram divulgadas, mas a Citroën afirmou que os modelos mais caros poderão ser equipados com câmbio automático de seis velocidades.

Entre os equipamentos de série que fazem estreia no Citroën C3 2020 europeu vale destacar itens como a central multimídia de 7 polegadas com Android Auto e Apple Car Play, câmera frontal integrada e inscrição de três anos a um serviço da TomTom com atualização de radares e regiões perigosas.  

Aqui no Brasil, a Citroën prepara um caminho alternativo para seguir competitiva entre os compactos. Como explicamos, o modelo fabricado no Brasil vai se "descolar" do hatch europeu, tornando-se um produto destinado aos mercados emergentes. A previsão da estreia fica para 2021. 

 
Assine a newsletter semanal do AUTOO!