City Hatchback é o novo Honda de entrada no Brasil. Ele substitui o Fit à altura?

Versátil e eficiente, novidade vai posicionar a Honda de maneira mais competitiva no mercado
Honda City hatchback 2022

Honda City hatchback 2022 | Imagem: Divulgação

Depois do sedã surpreender pela boa evolução que apresentou em relação ao antecessor, o Honda City agora em sua nova opção de carroceria hatchback também nos causou as mesmas sensações ao volante, podendo se tornar uma boa alternativa, inclusive, para quem deseja gastar por volta de R$ 122 mil e está aberto a outros tipos de modelos que não sejam SUVs. 

Vale pontuar que o City Hatchback passa a ser o modelo de entrada na gama Honda nacional, substituindo o Fit com algumas vantagens. A novidade estreia nas versões EXL (R$ 114.200) e Touring (R$ 122.600), ambas tomando como base o motor 1.5 flex com injeção direta e o câmbio automático CVT. 

Além de preservar o sistema Magic Seat aplicado no Fit e que confere ao carro uma versatilidade ímpar para o uso da cabine, o City Hatchback mostra uma evolução considerável em termos de porte na comparação com o monovolume. 

Enquanto o Fit atingia 4,09 m de comprimento, 1,69 m de largura e 2,53 m de entre-eixos, o City Hatchback é consideravelmente maior, com 4,34 m de comprimento total, além de 1,74 m de largura e 2,60 m de entre-eixos. Com isso, o City Hatchback entrega uma cabine ainda mais espaçosa e confortável para todos os cinco passageiros, merecendo destaque, inclusive, a ótima área livre para pernas dos ocupantes do banco traseiro. 

É fato que o porta-malas do City Hatchback (268 litros) é inferior ao do Fit (363 litros) até então fabricado no Brasil, porém, destaca a Honda, por conta do comprimento bem maior do City Hatchback a capacidade volumétrica do habitáculo é superior, algo que pode ser percebido com a segunda fileira de assentos totalmente rebatida. 

Honda City hatchback 2022
Honda City hatchback 2022
Imagem: Divulgação

Na relação com SUVs compactos que gravitam na mesma faixa de preço do City Hatchback, é fato que poucos se equiparam ao novo modelo de entrada da Honda quando o assunto é o espaço interno e versatilidade. 

Outro ponto que favorece o City Hatchback em relação aos utilitários esportivos é o seu alto nível de eficiência. 

Graças a um eficiente conjunto mecânico e a carroceria mais racional em relação a um SUV, o City Hatchback com seus 126 cv e 15,8 kgfm de torque com etanol consegue ser tão ágil quanto os SUVs compactos turbo com a vantagem de um consumo muito menor, que chega a alcançar até 13,3 km/l na cidade e 14,8 km/l na estrada quando abastecido com gasolina. 

Honda City hatchback 2022
Honda City hatchback 2022
Imagem: Divulgação

Se não tem a maior altura em relação ao solo e a posição de dirigir elevada de um utilitário esportivo, o City Hatchback confere ao motorista uma condução muito mais envolvente e até mesmo esportiva em relação a um SUV de porte equivalente, algo a ser considerado dependendo do seu perfil. 

Graças ao projeto recente, o City Hatchback também contempla nível de tecnologia embarcada superior. Em sua versão Touring, a novidade sai de fábrica com o alerta de colisão com frenagem autônoma de emergência, farol alto automático, assistente de permanência em faixa e controle de velocidade de cruzeiro adaptativo. Além disso, o City Hatchback topo de linha traz o Lane Watch, câmera posicionada no retrovisor externo direito com a função de reduzir os pontos cegos. 

A Honda ainda caprichou na seleção de materiais e no design da parte interna do City Hatchback, modelo que transparece ótima sensação de qualidade até mesmo por conta de detalhes simples, mas que resultam em um bom impacto visual, como o cuidado no revestimento interno do porta-malas. 

Honda City hatchback 2022
Honda City hatchback 2022
Imagem: Divulgação

A partir do catálogo EXL o City Hatchback já sai de fábrica com revestimento interno de couro, central multimídia com tela de 8”, câmera de ré, sensor de estacionamento, 6 airbags, sistema de chave presencial, rodas de liga leve aro 16” e aletas para trocas de marchas de forma sequencial no volante, reforçando o caráter mais dinâmico do modelo. 

Além de chegar no mercado com um conjunto muito competente, o City Hatchback também será capaz de posicionar a Honda de maneira mais competitiva para disputar a preferência de clientes que hoje consideram a compra de um Toyota Yaris, um Volkswagen Polo, entre outros hatches compactos premium. 

Em resumo, como você poderá conferir no vídeo de avaliação abaixo, o City Hatchback prova que será capaz de substituir com louvor o Fit brasileiro, podendo até trazer clientes para a marca que estavam em busca de um compacto dois volumes tradicional. Sem falar, é claro, dos consumidores de SUVs compactos que poderão ser surpreendidos pela novidade...