Com "foguetes", novo Tesla Roadster pode ser mais rápido que um carro de F1

Marca deverá oferecer um exótico pacote de performance para o modelo
Tesla Roadster 2020

Tesla Roadster 2020 | Imagem: Divulgação

Que Elon Musk, fundador da Tesla, é uma personalidade nada convencional isso não é novidade. Acostumado a surpreender o público com seus produtos e iniciativas empresariais, Musk deverá chamar a atenção novamente quando colocar a nova geração do Tesla Roadster no mercado.

Pelas informações preliminares da novidade, reveladas há cerca de três anos, o conjunto mecânico do esportivo por si só já garantirá uma evolução notável para os carros elétricos.

Ainda no fim de 2017, a Tesla antecipou que a segunda geração do Roadster será equipada com três motores (dois no eixo traseiro e um no dianteiro) e uma bateria de 200 kWh, conjunto suficiente para uma autonomia próxima dos 1.000 km. Com impressionantes 1.019 kgfm de torque (10.000 Nm), o esportivo ainda será capaz de acelerar de 0 a 96 km/h (60 mph) em nada menos do que 1,9 segundo.

Tesla Roadster 2020
Tesla Roadster 2020
Imagem: Divulgação

A notícia do momento diz respeito a um exótico pacote de performance para o modelo que será chamado SpaceX, uma referência à empresa de exploração espacial de Musk. A associação não é por acaso, uma vez que ele deve contemplar alguns pequenos “foguetes” no esportivo para potencializar seu desempenho. Rumores dão conta de que esse pacote poderá resultar em um tempo de 0 a 96 km/h na faixa de impressionantes 1,1 segundo, tempo inferior até mesmo ao de bólidos de F1.

Para conseguir esses resultados, a Tesla deverá utilizar um intrincado sistema composto por uma bomba de ar elétrica que será alimentada pela bateria principal do carro. Essa bomba vai deslocar o ar com uma pressão na casa de 10.000 PSI para um COPV (sigla em inglês para Composite Overwrapped Pressure Vessel). Trata-se de um “vaso de pressão compósito embrulhado”, em uma tradução livre, onde um recipiente feito de um revestimento fino e não estrutural é envolto em um composto de elevada resistência, especialmente projetado para reter um fluido sob pressão. 

Tesla Roadster 2020
Tesla Roadster 2020
Imagem: Divulgação

Caberá a esse COPV alimentar um conjunto de cerca de 10 propulsores a gás frio, tipo de motor de foguete que usa a expansão de um gás pressurizado para gerar empuxo.

É previsto, contudo, que o pacote SpaceX de alta performance para o Tesla Roadster funcione como uma espécie de overbooster, conferindo picos de desempenho ao esportivo por um tempo determinado, algo que deve girar em torno de 1 a 2 segundos. De qualquer forma, será um avanço muito interessante... 

Tesla Roadster 2020
Tesla Roadster 2020
Imagem: Divulgação
Assine a newsletter semanal do AUTOO!