Conversível Eos, da Volkswagen, deve sair de linha

Modelo, nascido como sucessor do Golf Cabriolet, teve queda nas vendas mesmo com reestilização

VW Eos 2011 | Imagem: Volkswagen

A Volkswagen já disputa com a Toyota o título de maior montadora do mundo, mas isso não significa que a empresa alemã não erre o alvo às vezes. Alguns modelos como o sedã de luxo Phaeton mostraram-se grandes fracassos em meio a boas sacadas. Agora mais um modelo original está prestes a sair de cena, o Eos.

Conversível de quatro lugares e teto rígido, o Eos foi lançado em 2006 como uma espécie de sucessor do Golf Cabriolet, mas com mais luxo e espaço - além, é claro, do teto mais moderno. De linhas atraentes, o modelo chegou a ser vendido no Brasil, mas, após ser reestilizado há alguns anos, deixou nosso mercado depois do pouco interesse que despertou.

O fraco desempenho no Brasil pareceu um indício do que estava por vir. Durante o Salão de Los Angeles, surgiram rumores que o modelo está prestes a sair de linha depois de vender 18% a menos que em 2011. A Volks teria dito a jornalista no evento que o Eos não tem sucessor, por enquanto. Talvez exista, sim, o novo Golf Cabriolet, relançado recentemente.

Assine a newsletter semanal do AUTOO!