O segredo finalmente acabou nesta terça-feira (19). Aproveitando a celebração dos 20 anos de sua fábrica de São José dos Pinhais, a Volkswagen apresentou à imprensa especializada brasileira todos os detalhes do T-Cross, primeiro SUV da marca alemã produzido Brasil, no caso ao lado do Fox e do Golf na unidade paranaense.

Ao todo, o Volkswagen T-Cross contará com quatro versões:

T-Cross 200 TSI manual 6 marchas – R$ 84.990

Como o nome indica, nessa configuração o T-Cross conta com o motor 1.0 TSI sob o capô, que entrega até 128 cv de potência com etanol. Entre os itens de série destacam-se: controles de estabilidade e tração, 6 airbags, rodas de liga leve aro 16”, luz de condução diurna em LED, sensor de estacionamento traseiro, computador de bordo, rádio e as três primeiras revisões grátis, o que, segundo a Volkswagen, significa uma economia de cerca de R$ 1.600 para os futuros compradores do modelo.

O T-Cross manual terá apenas um pacote opcional, no caso o Interactive I, que custa R$ 1.720 e acrescenta central multimídia com câmera de ré, 6 alto-falantes e sensor de estacionamento dianteiro.

T-Cross 200 TSI automático 6 marchas – R$ 94.490

A configuração automática mais acessível do T-Cross conta com todos os itens da versão manual mais central multimídia com tela de 6,5” e espelhamento de smartphones, piloto automático e volante multifuncional com revestimento de couro, entre outros recursos.

O T-Cross 200 TSI automático pode receber no pacote Interactive II, tabelado em R$ 1.590, a câmera de ré para a central multimídia, sensor de estacionamento dianteiro e espelhos retrovisores externos com rebatimento elétrico. 

T-Cross Comfortline 200 TSI automático 6 marchas – R$ 99.990

Em sua configuração mais cara com motorização 1.0 TSI, o T-Cross acrescenta como itens de série em relação ao 200 TSI automático básico as rodas de liga leve aro 17”, câmera de ré, sensores de estacionamento dianteiros, ar-condicionado automático digital, entre outros. Para essa configuração estão disponíveis os seguintes opcionais:

Pacote Exclusive & Interactive – R$ 3.950: composto por central multimídia com tela de 8” com navegador integrado, iluminação ambiente de LED, seletor do modo de condução, chave presencial com partida por botão, retrovisores externos com rebatimento elétrico, entre outros.

Pacote Design View – R$ 1.950: composto por revestimento interno de couro e apliques decorativos no painel na cor Bronze Namíbia.

Pacote Premium – R$ 6.050: composto por assistente de estacionamento, faróis full-LED e sistema de som premium com subwoofer.

Pacote Sky View II – R$ 4.800: composto por teto solar panorâmico, espelho retrovisor interno eletrocrômico e sensor de chuva.

T-Cross Highline 250 TSI automático 6 marchas – R$ 109.990

Em sua configuração topo de linha, o T-Cross recebe o motor 1.4 TSI de até 150 cv com etanol e mais o reforço dos seguintes itens de série em relação ao T-Cross Comfortline básico: revestimento interno de couro, chave presencial com partida por botão, sensor de chuva, acendimento automático dos faróis, ar-condicionado automático digital, start-stop, VW Connect, entre outros.

O T-Cross Highline ainda pode ser equipado com os seguintes recursos:

Pacote Innovation – R$ 4.000: composto por painel de instrumentos digital combinado com a central multimídia de 8”, seletor do perfil de condução e entrada USB no console central.

Pacote Tech & Beats – R$ 6.050: composto por assistente de estacionamento, faróis full-LED, sistema de som premium com subwoofer.

Sky View – R$ 4.800: teto solar panorâmico.

Com isso, o Volkswagen T-Cross pode atingir até R$ 124.840 no caso da versão Highline 250 TSI dotada de todos os opcionais.

A marca acredita que, pelo menos na época do lançamento, as versões Comfortline e Highline deverão responder pela maior parte das vendas do T-Cross. A fabricante também não tem nos planos, pelo menos até o momento, oferecer uma versão específica para o público de pessoas com deficiência (PcD) por menos de R$ 70.000. 

Inaugurada em 18 de janeiro de 1999, a fábrica da Volkswagen em São José dos Pinhais (PR) é a mais moderna da fabricante alemã no Brasil e recebeu investimento de R$ 2 bilhões para receber o projeto do T-Cross. A quantia também foi utilizada para criar no local uma nova área de Armação com 5.500 m². A estamparia da unidade fabril, acrescenta a VW, recebeu 158 novas ferramentas e 238 robôs na área da armação, que são mais rápidos, precisos e eficientes, esclarece a marca. A linha de produção do VW T-Cross também conta com equipamentos de solda a laser.    

 
 
Volkswagen T-Cross 2019
 
Volkswagen T-Cross 2019
Volkswagen T-Cross 2019
Volkswagen T-Cross 2019
 
Volkswagen T-Cross 2019
Volkswagen T-Cross 2019
Volkswagen T-Cross 2019
 
Volkswagen T-Cross 2019
Volkswagen T-Cross 2019
Volkswagen T-Cross 2019
 
Volkswagen T-Cross 2019
Volkswagen T-Cross 2019
Volkswagen T-Cross 2020
 
Volkswagen T-Cross 2020
Volkswagen T-Cross 2020
Volkswagen T-Cross 2020
 
Volkswagen T-Cross 2020
Volkswagen T-Cross 2020
Volkswagen T-Cross 2020
 
Volkswagen T-Cross 2020
Volkswagen T-Cross 2020
Volkswagen T-Cross 2020
 
Volkswagen T-Cross 2020
Volkswagen T-Cross 2020
Volkswagen T-Cross 2020
 
Volkswagen T-Cross 2020
Volkswagen T-Cross 2020
Volkswagen T-Cross 2020
 
Volkswagen T-Cross 2020
Volkswagen T-Cross 2020
Volkswagen T-Cross 2020
 
Volkswagen T-Cross 2020
Volkswagen T-Cross 2020
Volkswagen T-Cross 2020
 
Volkswagen T-Cross 2020
Volkswagen T-Cross 2020
Volkswagen T-Cross 2020
 
Volkswagen T-Cross 2020
Volkswagen T-Cross 2020
Volkswagen T-Cross 2020
 
Volkswagen T-Cross 2020
Volkswagen T-Cross 2020
Volkswagen T-Cross 2020
 
Volkswagen T-Cross 2020
Volkswagen T-Cross 2020
Volkswagen T-Cross 2020
 
Volkswagen T-Cross 2020
Volkswagen T-Cross 2020
Volkswagen T-Cross 2020
 
Volkswagen T-Cross 2020
Volkswagen T-Cross 2020
 
 
César Tizo

O "Guru dos Carros", César Tizo se juntou ao time este ano e está à frente dos portais AUTOO e MOTOO. É o expert em aconselhar a compra de automóveis

César Tizo | http://www.jcceditorial.com.br/