Destaques da semana: novo Audi A3 e os carros inseguros

Montadora alemã lança novo hatch no Brasil; já os modelos nacionais são contestados novamente pelo Latin NCAP. Veja outros fatos marcantes

Os destaques da semana | Imagem: AUTOO

Mais uma semana de muita gasolina e novidades no mundo dos carros. No Brasil, o período foi de lançamentos e estreias de novos carros e carrões.

Começamos com a nova geração do Range Rover Sport, avaliado pelo AUTOO no País de Gales, no Reino Unido, e que chega ao mercado nacional até o final de 2013. O preço a Land Rover ainda não revela, mas o alto desempenho e conforto foi comprovado. Em nosso teste, a repórter Karina Simões sujou o pé de lama, tomou muito chá e entrou com o jipão dentro de um avião Jumbo! Veja como foi essa experiência em nossa matéria especial.

Ainda na linha dos carrões, outro modelo testado pelo AUTOO foi o novo Audi A3 Sportback, a versão quatro portas da série. Essa configuração é a “mais pedida” do carro, que começa custando R$ 94.700 na versão de entrada com motor 1.4 Turbo. Mas o modelo que o repórter Marc Frey testou foi o poderoso 1.8 Turbo de 180 cv. Confira a avaliação de lançamento do carro, que chegou a terceira geração “arrebentando”.

Por fim, o teste do carro popular da semana ficou com editor-assistente Thiago Vinholes, que avaliou as versões automáticas dos compactos Chevrolet Onix e Prisma. Com bom pacote de itens e preços competitivos, os modelos buscam se antecipar a uma tendência que cresce ano após anos, de carros populares com transmissão automática.

Lançamento da semana

De surpresa, a Honda mostrou na sexta-feira (19) a terceira geração do Fit. O modelo será apresentado ao público em novembro, no Salão de Tóquio, e deve chegar ao Brasil em 2014, já com produção nacional em Sumaré (SP). Além do visual futurista, o compacto também ficou mais espaçoso e ganhou equipamentos mais avançados. Além de versões convencionais, a marca também lançou uma opção com motorização híbrida de baixo consumo, que pode rodar mais de 30 km com apenas um litro de gasolina.

Segurança posta à prova

Em comunicado que avisa sobre a bateria de novos crash-tests, o Latin NCAP aproveitou para alfinetar a qualidade dos carros comercializados na América Latina. Segundo a instituição, em 2012 foram vendidos mais de 450 mil veículos na região que não oferecem segurança alguma aos ocupantes em acidentes. Segundo o órgão, as montadoras precisam melhorar seus carros – a maioria deles vem do Brasil.

A violência urbana também aflige a segurança veicular e já preocupa todas as classes sociais. Não à toa, a Dupont lançou um serviço de blindagem “popular”, voltado ao público da classe média que queira blindar seus veículos. O assunto  é tema da reportagem especial de Karina Simões, que questiona a necessidade da blindagem.

Vem aí o motor flex turbo!

A fabricante de turbocompressores Honeywell divulgou nesta semana que concluiu o desenvolvimento de turbos para operarem em motores flex no Brasil. Segundo a empresa, a tecnologia chegará aos carros nacionais até 2016 mas ela não entregou quais montadoras os usará em seus veículos. As mais prováveis são Fiat, Ford e Volkswagen.

O carro mais caro do mundo

Nunca tanto dinheiro foi gasto na aquisição de um único automóvel. Um comprador britânico não identificado pagou o equivalente a R$ 66 milhões por um antigo carro de Fórmula 1 da Mercedes-Benz que foi conduzido pelo piloto pentacampeão Juan Manoel Fangio. O modelo de 1954 tem no currículo nove vitórias nas 12 corridas que disputou com o lendário piloto argentino ao volante.

Recomendados por AUTOO

Youtube
RAM Rampage Laramie a diesel

RAM Rampage Laramie a diesel

Será que ainda é vantajoso ter picape com motor turbodiesel?
Aviação
Força Aérea Brasileira confirma: quer caças F-16 dos EUA

Força Aérea Brasileira confirma: quer caças F-16 dos EUA

Mas nega que isso possa atrapalhar operação dos novos Gripen suecos
MOTOO
A partir de R$ 8,5 mil: motos Shineray, Honda e Yamaha

A partir de R$ 8,5 mil: motos Shineray, Honda e Yamaha

Lista reúne as 10 motos mais baratas do Brasil em maio de 2024. Descubra as opções