Eclipse Cross perderá janela traseira dividida?

Visual polêmico deverá deixar de existir. SUV deverá passar por reestilização para ser vendido como linha 2021
Acima o Mitsubishi Eclipse Cross em sua nova versão de entrada GLS

Acima o Mitsubishi Eclipse Cross em sua nova versão de entrada GLS | Imagem: Divulgação

O Mitsubishi Eclipse Cross foi flagrado na Europa utilizando camuflagens. O modelo deverá passar por seu primeiro facelift e ser vendido já como linha 2021 até o final do ano. Nas imagens capturadas pelo site Carscoops, a novidade deverá acabar com uma polêmica gerada desde o lançamento do SUV, em 2017.

O modelo atual, também vendido no Brasil com preço partindo de R$ 129.990, trouxe um elemento de design na traseira que dividiu opiniões. A janela na tampa do porta-malas trazia uma barra pintada na cor da carroceria que dividia o vidro em dois de ponta a ponta. Controversa, tal solução deverá deixar de existir.

Com a tampa traseira camuflada, é difícil dizer se a peça sumirá completamente ou se ela foi colocada mais para baixo na janela para impedir menos a visibilidade traseira. Mas, de qualquer forma, a Mitsubishi trabalhou para modificar o visual do SUV que, apesar de polêmico, tinha nesse item um ponto marcante de seu design.

Além disso, o novo Eclipse Cross 2021 deverá trazer também uma dianteira revisada, adotando os mesmo elementos visuais da picape L200 europeia, que aposta em elementos mais verticalizados e com linhas fortes e vincadas.

Mesmo sob a camuflagem, é possível perceber faróis mais afilados e nova iluminação de neblina, além de um para-choque revisado. Na traseira, as lanternas também parecem novas, assim como o para-choque. Além disso, o Mitsubishi Eclipse Cross deverá receber um aerofólio traseiro maior montado no teto

Assine a newsletter semanal do AUTOO!