Em versão que não existe no Brasil, L200 é reprovada em avaliação de segurança

Latin NCAP avaliou a picape da Mitsubishi em sua mais recente bateria de testes
Acima o teste da Mitsubishi L200 realizado pelo Latin NCAP

Acima o teste da Mitsubishi L200 realizado pelo Latin NCAP | Imagem: Divulgação

Em conjunto com a nova geração do Chevrolet Onix, o Latin NCAP também avaliou em sua mais recente bateria de testes a picape média Mitsubishi L200, que é conhecida aqui no Brasil como L200 Triton Sport em sua geração mais recente.

De acordo com o sistema de avaliação do Latin NCAP, a picape não alcançou nenhuma estrela na proteção de passageiros adultos e apenas duas estrelas para a proteção de ocupantes infantis.

“A versão mais recente da caminhonete mais vendida no Chile está disponível no mercado sem airbags, sem sistema de aviso de uso de cinto de segurança e sem controle eletrônico de estabilidade. O modelo obteve zero estrela para a proteção de ocupantes adultos devido à alta probabilidade de ferimentos com risco de vida em uma batida a apenas 64 km/h. A L200 mostrou uma estrutura instável e instabilidade na área dos pés”, explica o Latin NCAP em seu comunidado para a imprensa.

A entidade também alerta que “a Mitsubishi L200 é um modelo muito popular nas frotas para empresas de mineração na região e é a picape mais vendida no Chile. Com este resultado assustadoramente pobre, o Latin NCAP pede aos gerentes de frota das empresas de mineração que tomem medidas imediatas e adotem uma política de frota de cinco estrelas o mais rápido possível, antes da Reunião Ministerial na Suécia, em fevereiro de 2020”, relata o Latin NCAP.

Vale a pena destacar que a Mitsubishi L200 Triton Sport produzida e comercializada no Brasil conta com airbag duplo frontal como um item de série em todas as versões e, a partir do catálogo GLS, a picape ainda recebe os controles de tração e estabilidade. Na configuração topo de linha HPE-S, a L200 Triton Sport nacional conta com os airbags duplos dianteiros, laterais, de cortina e para o joelho do motorista. 

Procurada pelo Autoo, os responsáveis pela marca no Brasil declararam que “a Mitsubishi Motors do Brasil esclarece que os testes divulgados pelo instituto Latin NCAP com a L200 Triton não refletem o modelo produzido e comercializado no Brasil. A Mitsubishi Motors Japão tem especificações diferentes para cada mercado. Os testes do Latin NCap foram realizados com um modelo destinado a países específicos na América Latina – com exceção do Brasil. O modelo testado tem uma especificação atípica (para uso em mineradoras do Chile, por exemplo) e é completamente diferente dos produtos vendidos em nosso País. Todos os modelos que são produzidos e comercializados no Brasil, bem como aqueles que serão, são feitos sob os mais rigorosos controles de qualidade e segurança. Fato este que a L200 Triton Sport recebeu quatro estrelas no Euro NCAP. A Mitsubishi Motors do Brasil tem sua fábrica no País há 21 anos e preza por oferecer produtos de qualidade e segurança para seus consumidores”.

“A Mitsubishi prometeu melhorar o equipamento básico padrão da L200 em toda a América Latina em produção a partir de fevereiro de 2020, chegando ao mercado não antes de abril de 2020, incluindo airbags dianteiros para o motorista e passageiro e cintos de segurança para o motorista e passageiro com pretensores e limitadores de carga. O Latin NCAP considera que o equipamento não é suficiente, pois ainda falta algo tão importante quanto o controle eletrônico de estabilidade, a proteção lateral da cabeça e a proteção de pedestres. Todos esses itens serão necessários para obter mais de duas estrelas no novo protocolo Latin NCAP, que entrará em vigor no final de 2019. O Latin NCAP deverá avaliar a eficácia dos equipamentos atualizados assim que estiverem disponíveis no mercado”, finaliza o Latin NCAP.

Assine a newsletter semanal do AUTOO!