Empresa prepara limusine tunada de mais de R$ 2 milhões

Maybach 57S veste roupa de fibra de carbono para ultrapassar os 700 cv com muito estilo

Empresa norte americana Knight Luxury modifica um Maybach 57S | Imagem: Divulgação

Luxo, ostentação, velocidade. São muitas as palavras que podem descrever o Maybach 57S tunado pela empresa norte-americana Knight Luxury, mas provavelmente nenhuma delas vai fazer jus ao visual do carro.
 
As muitas modificações que incluem uma carroceria feita quase que inteiramente em fibra de carbono, rodas aro 24 feitas do mesmo material, interior em três tons e motorização V12 de mais de 700 cv fazem a limusine esportiva chegar a um novo patamar.

O patamar do exagero, talvez. Afinal, essas nem foram as únicas modificações pela qual o Maybach 57S passou. Novos para-choques em fibra de carbono, quatro saídas de escapamentos e luzes diurnas em LEDs estão no pacote oferecido pela empresa californiana. E tem mais: basta abrir o capô para descobrir que até a cobertura do motor 6.0 também é feita de fibra de carbono.

O interior do Maybach tunado também não foi deixado de fora. Painel em dois tons, preto e branco, contrasta com os detalhes vermelhos, como a linha horizontal que corta o painel e as portas. O interior ainda recebeu diversos detalhes em fibra de carbono, revestimento em couro alcântara, além do logo Knight bordado nos bancos esportivos.

Veja também: Os carros mais luxuosos do mundo

Para quem viaja nos bancos traseiros, central multimídia com dois módulos de televisão, dois iPads com teclados, câmera e GPS auxiliam no conforto. Os ocupantes ainda contarão com compartimento resfriado para bebidas, bancos reclináveis e com função massagem embutida.
 
Para ter um Maybach modificado pela empresa Knight Luxury na garagem é preciso desembolsar US$ 1 milhão, cerca de R$ 2,4 milhões de reais. A ironia é saber que a limusine alemã saiu de linha em 2012. Criada para ser uma espécie de "super Mercedes-Benz", a Maybach teve apenas dois modelos comercializados e foi um fracasso de vendas. A Daimler, sua dona, decidiu manter apenas o nome "Maybach" como uma versão alongada do sedã de luxo Classe S.

Assine a newsletter semanal do AUTOO!